Card image
Notícias
Editorial: O teste mais rigoroso do país

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 04/08/2009
  • Por: admin

<p>Muitas pessoas podem imaginar que realizar um teste de motocicleta seja uma coisa simples e divertida. Realmente, nós gostamos muito do nosso trabalho, contudo, como já mencionei em um editorial anterior, a responsabilidade deve estar acima de qualquer coisa. Por isso, volto a tocar neste assunto. São muitos os fóruns que mencionam sobre os testes das revistas e, na maioria deles, as suspeitas de "fajutagem" são enormes.<br />
<br />
Aqui, nesta publicação, posso afirmar que as coisas são feitas de forma séria e responsável. Quando realizamos um teste, levamos as motos sempre ao mesmo local, a pista da TRW, em Limeira, para fazermos as medições de performance: aceleração, retomada, frenagem e velocidade máxima. Para isso, utilizamos um equipamento via satélite de última geração, igual ao das nossas revistas irmãs: a Motorrad, na Alemanha, e a Motociclismo, na Espanha.<br />
<br />
Além do mais, contamos com um dinamômetro exclusivo dentro da editora, para aferirmos a potência das motocicletas avaliadas. Os nossos comparativos são feitos com as motos juntas, claro! Sempre testamos as máquinas no mesmo dia, seja na pista, no dinamômetro ou na medição de consumo pelas ruas. A temperatura ambiente, a umidade relativa do ar e o vento podem fazer diferença nos números.<br />
<br />
Nós aferimos o consumo de combustível em um roteiro fixo urbano, é o nosso Supercity, um teste inédito para avaliar as motos com conceito urbano. Fomos também a primeira revista especializada a dar notas em comparativos e eleger uma vencedora. Nada de ficar em cima do muro! As tabelas de pontuação e análises dos itens seguem o padrão da Motorpress International, conforme é publi­cado nas revistas europeias. Assim, pode ficar tranquilo, porque na MOTOCICLISMO, o nível de avaliação é internacional!   </p>

<p><strong>Liderança de mercado</strong></p>

<p>Depois de muitos anos de luta e perseverança, no final de 2008 atingimos o ápice. Chegamos à liderança absoluta de vendas e, graças aos nossos fiéis leitores, em 2009, continuamos nesta colocação, em bancas e assinaturas, segundo os dados auditados pelo IVC (Instituto Verificador de Circulação). Caros leitores, muito obrigado por nos prestigiar.            </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários