Card image
Notícias
Editorial: O Mundo Motociclístico já está em Manaus

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/01/2010
  • Por: admin

<p>Finalmente, parece que o mundo está de olho no Brasil. Com certeza, deixamos de ser o país do futuro, pois o presente demonstra isso. Hoje, já temos as quatro grandes marcas japonesas produzindo em Manaus. A Honda tem a maior área fabril e capacidade de produtiva do Pólo Industrial de Manaus e, para 2010, a marca da asa vermelha estima produzir 1 360 000 unidades. Se o mercado estivesse acelerando a favor, como em 2008, a fábrica teria condições de fazer 2 000 000 de máquinas.<br />
<br />
A segunda fábrica em número de vendas, a Yamaha, ampliou sua capacidade fabril para quase 600 000 motos e a estimativade produção, para este ano, deve ser em torno de 230 000 unidades. A Suzuki, aqui representada pela J. Toledo, segundo as últimas informações obtidas, teria condições de produzir 200 000 motos, contudo, estimamos que venderá pelo menos 100 000, nesta próxima temporada. Dentre as japonesas, a Kawasaki aportou, recentemente, em terras manauaras e estima montar 7 200 máquinas, entre Z750, ER-6n e Ninja 250R.<br />
<br />
Já a capacidade produtiva é ao redor de 40 000 motocicletas. A centenária marca americana, a Harley-Davidson, também conta com uma fábrica na Amazônia e sua estimativa é de 3 000 máquinas produzidas. Temos também empresas com parceriaschinesas e sul-coreanas, como é o caso da Kasinski. Esta monta motos da Hyosung e da Zongshen e deverá sair da sua fábrica 40 000 produtos. A capacidade total é de 110 000 unidades. No mês passado, confirmamos a notícia de que o Grupo Izzo montará, em Manaus, as motos inglesas da Triumph. A 4ª colocada no Brasil, a Dafra, está em franca ascensão e firmou diversos convênios.<br />
<br />
As mais recentes foram com a chinesa Haojue (parceira da Suzuki na China), a indiana TVS e a alemã BMW. Além destas, temos a Traxx, que faz parte do China South Group, a maior fabricante mundial de motos. O Brasil é a "roda" da vez!</p>

<p><strong>BMW no Brasil</strong><br />
A mais recente notícia de produção em Manaus é a chegada da alemã BMW. Em parceria com a Dafra, a BMW iniciará a montagem da G 650 GS. Inicialmente, serão produzidas cinco unidades por dia, totalizando 1 200 motos no ano. A área destinada à BMW é totalmente isolada dentro da Dafra e terá engenheiros e funcionários exclusivos e treinados na fábrica de Berlim. O que mais me chamou a atenção foi o discurso do presidente mundial da BMW Motorrad, sr. Hendrik von Kuenheim. Ele afirmou que deverá montar mais dois produtos por lá e, que ele viveu quando jovem, as Olimpíadas de 1972 e a Copa do Mundo de 1974 na Alemanha. Depois disso, seu país teve um boom econômico!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários