Card image
Notícias
Editorial: Motocicletas viraram alvo novamente

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 02/12/2009
  • Por: admin

<p>Para variar um pouco, somos o alvo novamente. O assunto da proibição da circulação de motos pelos corredores de carros veio à tona mais uma vez. A Câmara dos Deputados Federais colocou em pauta esse assunto e a intenção é vetar a motocicleta entre as faixas. A única ressalva é que, se o trânsito estiver parado, o motociclista poderá ultrapassar os veículos, porém, em baixa velocidade. Menos mal!</p>

<p>O motivo de sempre é o alto índice de acidentes. Realmente, precisamos tentar buscar soluções para salvar vidas, contudo, as leis precisam ser coerentes com a realidade. Nós realizamos uma reportagem, por meio da nossa campanha "Sim à Motocicleta", na edição de maio/09, e simulamos uma situação. Se todas as motos que circulam pela cidade de São Paulo ocupassem o lugar de um carro e formassem uma fila, seria necessário 2 220 km.</p>

<p>Um absurdo! Mas, voltando ao tema das ocorrências, em outubro passado, aconteceram diversos acidentes envolvendo ônibus na capital paulista e, com isso, esqueceram de nós. Graças a Deus! Naquela ocasião, as grandes mídias ficaram chocadas com o número de feridos e mortos envolvendo ônibus e lotações, então, foram em busca de dados.</p>

<p>Para a nossa surpresa, acontece uma ocorrência a cada três horas. Segundo informações da Secretaria Municipal de Transportes, em 2006, morreram 24 pessoas, em média, por mês. Isso significou 288 acidentes fatais ao final de um ano. No mesmo período, faleceram 345 motociclistas. Ou seja, andar de ônibus também é muito perigoso!</p>

<p>Em contrapartida, o seguro obrigatório (DPVAT) cobrado por uma motocicleta que transporta duas pessoas é de R$ 259,04, mas um ônibus que comporta até 50 passageiros paga R$ 344,95. Quer dizer, a discrepância é incompreensível, pois, se a alegação é o número de vítimas, os ônibus matam muita gente.</p>

<p><strong>Motos brasileiras no mundo</strong><br />
Depois da visita de nossos parceiros da Motorpress International ao Brasil, começamos a receber notícias sobre os produtos "made in Brazil". A revista francesa Moto Journal, por meio de seu editor David Dumain, publicou um teste com as Honda CB 300R e XRE 300, ambas com ABS e rasgou elogios às motos. Ele destacou o acabamento e pediu que a Honda Europa importasse as 300 do Brasil.</p>

<p>Da Croácia, o nosso colega Kristijan Ticak nos mandou uma enquete com seus leitores sobre o que eles acharam destas motocicletas. O resultado foi surpreendente: 30% gostou muito; 58% compraria se o preço fosse razoável; 5% prefereria pilotar um scooter de mesmo porte; e 6% não gostaram.  </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários