Card image
Notícias
Editorial: A importância da moto na sociedade

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/08/2010
  • Por: admin

<p>A cabamos de comemorar mais um Dia do Motociclista, contudo, acredito que temos de, cada vez mais, mostrar o quanto a motocicleta é útil e importante para a sociedade. Este sempre foi o nosso mote na campanha "Sim à Motocicleta". Desde maio de 2007, publicamos, todos os meses, uma reportagem destacando o lado positivo da moto. Já são mais de três anos! Além disso, com apoio da Abraciclo, distribuímos adesivos e, por meio de promoções, demos camisetas aos nossos assinantes com o logotipo Sim à Motocicleta para difundir esta campanha.<br />
<br />
Acredito que ainda é pouco, mas é o que conseguimos realizar com as nossas próprias forças. Buscamos sempre defender as motocicletas e os motociclistas da discriminação e das leis, muitas vezes esquisitas, que tentam impor sobre a nossa categoria. Já somos o quarto maior produtor mundial de motos e, com isso, muitos empregos são gerados para atender esta indústria pujante.<br />
<br />
Para se ter uma ideia, segundo dados da Suframa divulgados pela Abraciclo, em 2010, contamos com 17 300 empregos diretos e 114 000 indiretos. Segundo as informações sobre o faturamento dos cinco primeiros meses de 2010 do PIM (Polo Industrial de Manaus), apenas o segmento de Duas Rodas corresponde a 20,66% do geral, com<br />
US$ 621 515 milhões e acumulado de US$ 2 733 bilhões, alta de 48,55% em relação ao mesmo período do ano passado.<br />
<br />
O nosso ramo ficou somente atrás do setor eletroeletrônico que detém 34,37% do PIM. Como já havíamos mencionado no editorial anterior, muitas marcas pretendem se instalar no Brasil, e a grande novidade é a possibilidade da KTM produzir por aqui. Confiram a notícia sobre a KTM nesta edição. O setor já investiu US$ 150 milhões somente no primeiro trimestre deste ano. O Brasil é a "roda" da vez!   <br />
<br />
<span style="font-weight: bold;">Exemplos reais</span><br />
Tem uma coisa que sempre digo quando falo em público ou dou palestras para pessoas que não são ligadas ao motociclismo: por favor, gostaria que levantasse a mão uma pessoa que nunca tenha utilizado o serviço prestado por uma motocicleta. E, todas as vezes, nunca ninguém levantou a mão. Por que será? Claro, pois muita gente que critica as motos já pediu uma pizza entregue por um motoboy ou solicitou uma entrega rápida do outro lado da cidade!<br />
<br />
As Polícias Militar, Civil e Rodoviária, além dos Bombeiros, CET, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Guarda Civil, Polícia do Exército e os Correios utilizam a moto para agilizar os seus serviços. No setor privado, seguradoras, distribuidoras, empresas de segurança e outras companhias só conseguem atender seus clientes perfeitamente por meio das motos. </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários