Card image
Notícias
Ducati encerra 2019 com vendas em alta pelo mundo

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/01/2020
  • Atualizado: 15/01/2020 às 11:22
  • Por: Willian Teixeira

A Ducati encerrou o ano com vendas em alta. Segundo balanço divulgado pela fabricante italiana, 53.183 motocicletas da marca de Borgo Panigale foram comercializadas em 2019, número superior às 53.004 unidades comercializadas globalmente em 2018. As vendas na Itália se mantiveram em alta, confirmando o país como seu principal mercado. Em solo italiano, foram vendidas 9.474 unidades, crescimento de 3% sobre 2018 e um aumento de 20% nos últimos três anos.

Nos Estados Unidos, um dos principais mercados da Ducati, as entregas da marca totalizaram 7.682 motocicletas, uma queda de apenas 2%, apesar da tendência negativa contínua que viu o mercado encolher 7% em relação a 2018. Brasil, Espanha e França tiveram um bom desempenho em vendas, com crescimentos de 20%, 10% e 8%, respectivamente.

Ducati Streetfighter V4: entregas começam em março (Divulgação)

Veja também:
Ducati oferece IPVA e emplacamento grátis em janeiro
Emplacamentos de motos superam 1 milhão de unidades em 2019
Kawasaki Versys 1000: na onda da tecnologia

A China manteve a tendência de alta dos últimos anos, com 3.200 motos vendidas. As vendas no gigante asiático avançaram 12%, tornando o país o quinto mercado mais importante da fabricante de motocicletas com sede em Bolonha.

A Panigale deu uma importante contribuição para que esse resultado fosse alcançado, com 8.304 unidades comercializadas em todo o mundo. Ela manteve a liderança no mercado de esportivas. Dois lançamentos de 2019 (Hypermotard 950 e Diavel 1260) acumularam vendas de 4.472 e 3.129, respectivamente, dobrando os volumes totais alcançados em 2018 pelas versões anteriores.

Ducati Panigale V4 (Divulgação)

A família Multistrada teve um desempenho igualmente bom, obtendo um aumento de 3% em relação a 2018 (graças também à adição do modelo 950 S e da renovada motocicleta 1260 Enduro); as entregas totalizaram 12.160, o melhor desempenho de vendas desde a estreia da multibike, há 16 anos.

O CEO da Ducati, Claudio Domenicali, confirmou a Streetfighter V4 em entrevista
Claudio Domenicali, CEO da Ducati (Divulgação)

Para o CEO da Ducati Motor Holding, Claudio Domenicali, 2019 foi um ano difícil, mas também gratificante. Ele lembra que há muitas encomendas da nova Streetfighter V4, e as entregas da naked começam em março. “Os resultados que estamos alcançando, o desenvolvimento da linha e a resposta do mercado confirma que estamos no caminho certo para tornar a Ducati a marca de motocicletas mais desejada no mundo. No mercado global de hoje, uma em cada quatro superbikes agora é uma Panigale. O conteúdo técnico que transferimos da versão R e nossa extensa experiência de corrida para a gama V4 2020 garantem que esta moto continua sendo a referência da categoria”, diz o executivo.

Já Francesco Milicia, vice-presidente global de vendas da Ducati, afirma que a fabricante está satisfeita com os resultados obtidos em 2019. “Nos últimos doze meses, um grande plano de desenvolvimento de rede foi implementado, com 54 novas concessionárias em 20 países. Esse plano de expansão continuará este ano para melhorar ainda mais a cobertura da rede mundial e oferecer aos nossos fãs uma experiência premium crescente.”