Notícias
  • 24/10/2019
Ducati mostra Streetfighter V4 e mais novidades no World Première

A Ducati divulgou sua linha 2020 no World Première nesta quarta-feira, dia 23 de outubro. As principais novidades do evento, que é realizado pela marca italiana todos os anos e este ano aconteceu no mesmo dia em que a Kawasaki apresentou seus lançamentos no Salão de Tóquio, são a naked Streetfighter V4 e a nova Panigale V2.

Antes dos principais lançamentos, o presidente da Ducati, Claudio Domenicali, mostrou no palco da World Première a nova gama de bicicletas elétricas da fabricante de Borgo Panigale, novas cores para os modelos Scrambler e Diavel, além de apresentar uma nova versão da Multistrada, a 1260 S Grand Tour.

Ducati Multistrada 1260 S Grand Tour
Multistrada 1260 S Grand Tour é uma das novidades da Ducati para 2020 (Divulgação)

Veja também:
Equipada com supercharger, Kawasaki Z H2 é lançada em Tóquio
KTM divulga teasers da nova 1290 Super Duke
Começou o Moto de Ouro 2019. Participe você também!

A crossover, que terá motor V4 a partir de 2021, ganha nesta versão alforjes laterais laterais de série, faróis de neblina, aquecedores de manopla, iluminação em LED e monitoramento da pressão dos pneus. A Multistrada 1260 S Grand Tour é impulsionada pelo motor Testastretta DVT de 1.262 cc, combinando uma potência máxima de 158 cm³ a 9.500 rpm.

Substituta da 959 Panigale, a Ducati Panigale V2 traz atualizações que a deixam compatível com o Euro5, tratado que regula emissão de poluentes. O motor de 955 cm³ entrega 155 cv a 10.750 rpm e 10.6 kgf.m a 9.000 rotações.

O chassi continua com a especificação anterior que veio da MotoGP com a primeira Panigale. Já o eixo traseiro passa a contar com monobraço e sistema de escapamento menor, mais centralizado na moto. Ela chegará com um kit eletrônico e plataforma inercial de seis eixos que inclui ABS com atuação em curvas, controle de tração, anti-wheelie, quickshifter, controle do freio do motor e três modos de pilotagem: corrida, esporte e rua.

Ducati Panigale V2
Ducati Panigale V2 é a substiuta da 956 Panigale (Divulgação)

A Panigale V4S também recebeu atualizações para a linha 2020. Uma das principais é que ela vai contar com pacote aerodinâmico aprovado para uso em circuitos fechados, usado na V4R.

Ducati Panigale V4
Panigale V4 traz pacote aerodinâmico para modelos de competição da Ducati (Divulgação)

Desenvolvido pela Ducati Corse, os elementos modificam a aparência da moto, adicionando novos spoilers, entradas laterais, uma nova tela e uma frente ligeiramente mais larga (aproximadamente 15 mm a mais em cada lado). Essas mudanças dão maior cobertura para o piloto, que sofrerá menos impacto do ar.

A grande estrela do evento é a aguardada Streetfighter V4, a versão naked da Panigale V4. Ela traz o motor Desmosedici Stradale de 1.103 cm³ de quatro cilindros em V a 90º que rende 208 cv de potência a 12.750 rpm, novo recorde no segmento. O torque máximo segue inalterado, chegando a 12.5 kgf.m. E seu desempenho pode crescer ainda mais com a instalação do escapamento Akrapovic, alcançando 222 cv. O peso da Streetfighter V4 é de apenas 178 kg na versão S.

Ducati Streetfighter V4
Streetfighter V4 é versão naked da Ducati Panigale V4 (Divulgação)

A moto usa a configuração de chassi dianteiro. Na frente, um garfo Showa de 43 mm de diâmetro totalmente ajustável com pinças Brembo com âncora radial monobloco (M50) e amortecedor de direção Sachs. Pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa II calçam a máquina.

A Streetfighter V4 S é um passo adiante em desempenho e estilo. Na seção de suspensão, Öhlins assume o controle total com o TTX 36 atrás, o NIX-30 na frente e o amortecedor de direção, além do kit eletrônico. Além disso, as rodas de alumínio são assinadas nesta ocasião pela Marchesini, com três raios em vez de cinco.

Uma das principais melhorias na ergonomia está relacionada a substituição do semi-guidão por um alto e largo guidão. A posição de pilotagem também foi favorecida com uma melhor altura do assento, que chega a 845 mm. Além disso, a posição dos apoios de pés também foi modificada para oferecer mais conforto. O tanque tem capacidade para 16 litros de combustível e foi modificado para dar mais espaço ao assento, que fica em uma estrutura de aço redesenhada para dar mais conforto ao passageiro.

As novidades chegam às lojas da Ducati em 2020 e serão expostas no Salão de Milão (EICMA), de 7 a 10 de novembro. Que venham ao Brasil o quanto antes!