Card image
Notícias
Ducati lança esportiva 848 no Brasil

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 31/03/2009
  • Por: admin

<p>As máquinas da Ducati podem ser consideradas verdadeiras obras de arte. Produzida na Itália com toda tecnologia da marca, a Ducati 848 acaba de chegar ao Brasil. A motocicleta tem dispositivos derivados das pistas e uma beleza visual extrema. Nossa equipe teve a oportunidade de pilotar a 848 em sua apresentação no país e obter as primeiras impressões de suas capacidades.</p>

<p><strong>Domando a fera</strong></p>

<p>O dia começou, literalmente, antes do amanhecer. Acordei às 4 da manhã para estar no ponto de encontro combinado às 5:30h, o destino? Uma pista fechada no interior paulista onde, nada mais nada menos que 23 motos aguardavam — com a chave no contato e o tanque cheio — a trupe de jornalistas (eu incluso). Nada melhor do que chegar ao final do dia fisicamente destruído…de tanto andar de moto.</p>

<p>Você deve entender o que quero dizer. O motivo disso tudo foi a apresentação dos modelos 2009 das marcas representadas no Brasil pelo grupo Izzo — e que iremos apresentar gradativamente tanto aqui no site quanto na revista.</p>

<p>Só para você ter uma ideia, sem falar de quase toda a linha custom da Harley-Davidson, alinhadas lado a lado no box estavam máquinas como as naked Triumph Speed/Street Triple (sim, a 675 cm³ finalmente está desembarcando no Brasil), Benelli TNT 899, 1130 Sport e 1130 Café Racer, Buell 1125 CR e City Cross.</p>

<p>No universo maxitrail estavam presentes a Triumph Tiger 1050, Ducati Multistrada 1100, Buell Ulysses e duas versões da inédita TRE K 1130, também da Benelli. Já o mundo das esportivas estava representado pela Triumph Daytona 675 e por duas fantásticas e desejadas obras-primas italianas: Ducati 1098S e a Ducati 848, esta última, objeto deste contato.</p>

<p>Se ainda fora da moto a “848” encanta pelo acabamento esmerado e pelo visual extremamente racing — ressaltado pela cor vermelha da moto que utilizamos —, basta subir nesta Ducati para notar como ela está compacta. São apenas 168 kg distribuídos em pouco mais de 2100 mm de comprimento.</p>

<p>O bicilíndrico em L a 90º de 849 cm³ entrega, segundo a marca, 134 cv a 10 000 rpm, e parecia sob medida para o travado percurso onde realizamos este breve contato. Os freios Brembo, aliás, montados em belíssimas rodas Marchesini com 5 raios, e as modernas suspensões também são mais do que suficientes para o desempenho da moto. É o que costumamos chamar de uma “moto na mão”.</p>

<p>O painel de instrumentos é um show à parte. Derivado daquele utilizado na MotoGP, é totalmente digital e traz todas as informações necessárias e mais um pouco. A Ducati 848 tem 3 anos de garantia sem limite de quilometragem e sai das concessionárias por R$ 71 900.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários