Card image
Notícias
Ducati do Brasil decola

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/06/2013
  • Por: admin

Na ter&ccedil;a-feira, 18, a Ducati do Brasil reuniu a imprensa para apresentar os planos da marca para a opera&ccedil;&atilde;o no pa&iacute;s. Da linha de produtos que estar&aacute; dispon&iacute;vel, passando pela estrutura de p&oacute;s-venda e chegando &agrave;s expectativas de crescimento para os pr&oacute;ximos cinco anos, a marca mostrou que est&aacute; apostando forte no mercado brasileiro. A marca italiana anunciou planos mais ambiciosos e uma estrutura mais s&oacute;lida do que grande parte do segmento esperaria para este primeiro ano da filial brasileira.<br /><br />Foi a primeira visita de Claudio Domenicali a uma filial desde que ele foi nomeado CEO da Ducati Motor Holding, 2 meses atr&aacute;s. Al&eacute;m dele, que est&aacute; na empresa desde 1991, e &eacute; o primeiro CEO &ldquo;made in Ducati&rdquo;, falaram sobre a empresa e os planos para o Brasil Roberto Righi, diretor de vendas globais e Ricardo Susini, diretor geral da Ducati do Brasil. <br /><br />Segundo Domenicali, at&eacute; 2018 o Brasil dever&aacute; ser um dos 5 mercados mais importantes da Ducati no mundo. A expectativa &eacute; que, at&eacute; l&aacute;, o mercado local represente 7% das vendas da Ducati no mundo. A t&iacute;tulo de refer&ecirc;ncia, a Ducati comercializou 44 102 motocicletas em todo o mundo em 2012.<br /><br />Depois da Diavel, o segundo modelo que chegar&aacute; &agrave;s concession&aacute;rias &eacute; a naked Monster 796 ABS, que j&aacute; est&aacute; sendo montado na f&aacute;brica da Dafra, em Manaus, e come&ccedil;a a ser comercializada a partir de julho por R$ 37 900 em vers&atilde;o &uacute;nica. No final deste ano inicia-se a montagem em regime CKD do terceiro modelo, a Multistrada 1200. A maxitrail nacionalizada chega &agrave;s lojas em janeiro de 2014, mas ainda em 2013 o modelo ser&aacute; trazido da It&aacute;lia e estar&aacute; dispon&iacute;vel nas revendas em tr&ecirc;s vers&otilde;es (standard, 1200 S Touring e 1200 S Pikes Peak). Naturalmente, enquanto for importada o pre&ccedil;o (que ainda n&atilde;o foi definido) ser&aacute; mais alto. <br /><br />Tamb&eacute;m chegam importados j&aacute; neste in&iacute;cio das opera&ccedil;&otilde;es a naked Streetfighter 848 e as esportivas 848 EVO e 1199 Panigale. Esta &uacute;ltima, tamb&eacute;m ser&aacute; oferecida em todas as vers&otilde;es (standard, 1199 S e a top de linha 1199 R). Completando o line-up, desembarcam por aqui nos pr&oacute;ximos meses a renovada Hypermotard e a in&eacute;dita Hyperstrada.<br />Para financiamentos e at&eacute; condi&ccedil;&otilde;es especiais de seguro, a Ducati contar&aacute; com os servi&ccedil;os da Volkswagen Servi&ccedil;os Financeiros. <br /><br />Ap&oacute;s o encontro com os jornalistas, ocorreu a inaugura&ccedil;&atilde;o da primeira concession&aacute;ria no Brasil sob a tutela da subsidi&aacute;ria, a Ducati Cidade Jardim, que teve a honra de ser oficialmente aberta por Domenicali. Conforme os planos da marca, al&eacute;m da concession&aacute;ria na capital paulista, outras nove revendas ser&atilde;o abertas at&eacute; o final deste ano para atender aos principais mercados do pa&iacute;s: Campinas e Ribeir&atilde;o Preto, SP, Bras&iacute;lia, Goi&acirc;nia, Curitiba, Florian&oacute;polis, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Das dez concession&aacute;rias previstas para 2013, oito estar&atilde;o abertas at&eacute; o final de agosto. Em uma segunda etapa, a marca italiana dever&aacute; contar com representantes para atender as regi&otilde;es Norte e Nordeste.

Conteúdo Recomendado

Comentários