fbpx
Card image
Especiais
Conheça o perfil dos motociclistas do Brasil

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 26/07/2019
  • Atualizado: 12/09/2019 às 12:07
  • Por: Willian Teixeira

Neste sábado, dia 27 de julho, será comemorado o Dia do Motociclista. A data celebra a todos os que utilizam motocicletas, seja profissionalmente ou por hobby.

Em todo o Brasil, mais de 31 milhões de pessoas possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de categoria A, que permite aos cidadãos pilotar veículos motorizados de duas ou três rodas, segundo informações da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Dia do Motociclista celebra a todos que utilizam motocicletas (Foto: Pixabay)

Veja também:
Opinião: uns nascem motociclistas, outros se tornam pelo caminho
Coluna do Baubeta: A motocicleta e suas prioridades
Nova KTM Duke 200, uma moto leve, ágil e estilosa

Esses números totalizam 44,5% do total de habilitações emitidas no país, e envolvem tanto habilitados somente na categoria A quanto associados a outras categorias, como AB, AC, AD e AE. De acordo com o levantamento, entre estes habilitados, 77,3% são homens e 22,7%, mulheres.

O Sudeste concentra o maior número de motociclistas habilitados (42,2%), seguido pela região Sul (20,3%), Nordeste (18,5%), Centro-Oeste (11,2%) e Norte (7,8%). A maior faixa etária dos motoristas brasileiros está entre os 31 e 40 anos, com 31% para os homens e 36,8% para mulheres.

Segundo levantamento 22,7% dos habilitados para conduzir motos no país são mulheres (Foto: Pixabay)

Na somatória das principais faixas etárias, entre os homens quase 52% têm idade de 31 a 50 anos, enquanto entre as mulheres, mais de 54% apresentam idades variando de 31 a 50 anos.

O uso de motoneta, que é um motociclo de baixa cilindrada com câmbio automático, é maior entre as mulheres, totalizando 65% dos usuários dessa categoria de motocicleta. Já as da categoria scooter são conduzida em 27% do total por mulheres.

Mulheres usam mais motonetas, segundo levantamento da Abraciclo (Foto: Pixabay)

O documento indica que 62% dos motociclistas possui nível de escolaridade médio completo, 24% concluíram o curso superior e 10% o ensino fundamental.

De acordo com dados do Renavam, atualmente o Brasil possui uma frota de 27.551.164 motocicletas, o que corresponde a média de uma moto em circulação para cada 8 habitantes. Há 10 anos, essa relação era de uma motocicleta para cada 14 habitantes, segundo análise da Abraciclo.

Comemoração do Dia do Motociclista

E aproveitando o Dia do Motociclista, a entidade promoverá ações em Brasília (DF) e Manaus (AM) neste final de semana para conscientizar estes motociclistas e os demais condutores de veículos sobre a necessidade de segurança, respeito e paz no trânsito.

“A motocicleta se consolidou como um importante veículo de locomoção, em função da flexibilidade de uso, baixo consumo de combustível e menor custo de manutenção”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo. “Por isso, sempre desenvolvemos ações de conscientização junto aos motociclistas em defesa de um trânsito mais seguro”, completa o executivo.

Brasil possui frota superior a 27 milhões de motocicletas (Foto: Pixabay)

Segundo dados do Renavam analisados pela Abraciclo, em Brasília, a frota de motocicletas totaliza 215.514 unidades, onde a relação de motos por grupo de habitantes cresceu de 1/24 para 1/14 nos últimos 10 anos.

A entidade estima que pelo menos 2 mil pessoas serão atendidas nas blize educativas que serão realizadas na capital federal nesta sexta-feira (26 de julho) e sábado (27 de julho). No primeiro dia, a ação acontecerá no semáforo Via N1, ao lado do estádio do Mané Garrincha, das 13h às 18h. Já no dia seguinte, ocorrerá das 8h às 13h em três locais: semáforo Via EPIA – BR, na Via Cruzeiro / Octogonal; semáforo Taguatinga Centro (Praça do Relógio / Av. Central); e no semáforo Ceilândia, também na região central (Cruzamento da Av. Hélio Prates / CNM 6).

Em Manaus, cuja frota de motocicletas totaliza 196.859 unidades, são esperadas até 2,5 mil pessoas em uma ação que acontece apenas neste sábado, 27 de julho, das 8h às 13h em quatro localidades: Rotatória da Avenida Camapuã (Cidade Nova) e esquinas das avenidas Floriano Peixoto e Sete de Setembro (Centro), Compensa e Brasil e Pedro Teixeira com Constantino Nery. Promotoras estenderão faixas de conscientização para os motociclistas e demais condutores de veículos e entregarão folhetos educativos e brindes, como bonés e chaveiros. Entre as mensagens a serem exibidas, haverá orientações em relação ao respeito aos limites de velocidade, o não uso do celular durante a condução dos veículos e os riscos de pilotar ou dirigir após a ingestão de bebidas alcoólicas.

Curitiba (PR) também terá atividades para o Dia do Motociclista. Os eventos serão promovidos pela Federação Paranaense de Motociclismo, em parceria com entidades de diversos setores. Uma delas é o Moto União, passeio pelas ruas da capital paranaense que deve reunir mil motociclistas. A concentração começa às 9h deste sábado, no pátio do Detran, e o destino final será o Palácio Iguaçu.

Cidades terão ações neste final de semana para o Dia do Motociclista (Foto: Pixabay)

Também integram a programação shows musicais, palestras com dicas de pilotagem defensiva e orientações sobre primeiros socorros, exposição de artigos motociclísticos, food trucks e recreação para toda a família, além de culto ecumênico e benção do arcebispo Dom José Antônio Peruzzo.

“Essa é uma oportunidade de evidenciar nossa preocupação com a segurança no trânsito e, especialmente, com aqueles que fazem uso de motocicletas. Por isso, junto de outras estruturas da administração pública e motoclubes, queremos promover ações que procurem inibir quaisquer condutas que gerem riscos no dia a dia”, destaca o assessor jurídico da FPRM, Glenio Marcelo Cogo.