fbpx
Card image
Notícias
BMW S 1000RR: mais refinada e com inovações

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/09/2019
  • Atualizado: 30/09/2019 às 10:54
  • Por: Alexandre Nogueira

A alemã BMW apresenta a nova geração da S 1000RR ao mercado brasileiro, com preço de R$ 91.950, mas a geração anterior ainda estará disponível nas concessionárias por R$ 75.900. A nova S 1000RR 2020 chega totalmente renovada, com um pacote eletrônico atualizado dotado de uma central inercial IMU de seis eixos da Bosch no lugar da IMU até então de cinco eixos.

A categoria das superbikes com motores de quatro cilindros de 1.000 cilindradas é a menina dos olhos das principais montadoras que investem pesado no segmento e para 2020 muitas novidades tecnológicas chegam para melhorar ainda mais a performance destas poderosas motocicletas altamente controláveis e capazes de superar a barreira dos 300 km/h.

BMW S 1000RR em duas versões: a tricolor top de linha agora usa a sigla M no lugar da HP (Divulgação)

O novo motor de quatro cilindros em linha de 999 cm³ da marca bávara traz o novo sistema de comando de válvulas variável denominado ShiftCam, já apresentado na nova geração da R 1250GS. O novo motor ganhou 8 cavalos de potência, está 4 quilos mais leve e já está em conformidade com as novas normas Euro5 que entram em vigor em 2020 na Europa.

Veja também:
Ducati Diavel: Essência mantida
BMW R 1250 GS: conheça as novidades do modelo
Aprilia lança exclusiva RSV4 X para apenas 10 felizardos

Agora o motor rende 207 cavalos de potência máxima em 13.500 rpm e entrega um torque máximo de 11,52 kgf.m, mas mais importante que o pico máximo de torque é que ele está disponível numa faixa muito ampla entre as 5.500 e as 14.500 rpm, fornecendo aos pilotos uma quantidade de força altamente gerenciável. Até as 9.000 rpm o motor opera com os cames suaves antes que eles deslizem para os cames mais apimentados e orientados para o máximo desempenho da usina. O motor agora gira até as 14.600 rpm, 400 rpm a mais que a geração anterior.

O novo Shiftcam acima: duas configurações em um só eixo (Divulgação)

Para controlar toda essa cavalaria e tornar a motocicleta mais acessível e fácil de dominar, uma eletrônica avançada é necessária para gerenciar toda a física atuante na motocicleta, seja no motor, nas suspensões ou nos freios.

O novo chassi BMW Motorrad Flexframe está 3 kg mais leve e o alívio de peso vem também na balança derivada do World Superbike, nas suspensões e no escapamento, colaborando para emagrecer a RR, que agora pesa 197 kg, 11 kg a menos que a geração anterior. O tanque está mais estreito e proporciona uma ergonomia aprimorada e mais engajada com a motocicleta.

Totalmente nova: a BMW S 1000RR está 11 kg mais leve (Divulgação)

Há também um kit M opcional que fornece um ponto de articulação ajustável para a balança, semelhante ao da HP4 Race. O tanque está mais estreito e proporciona uma ergonomia aprimorada e mais engajada com a motocicleta. O pacote M traz, além do kit de chassis, rodas em fibra de carbono e uma bateria mais leve.

Todo o pacote eletrônico é controlado pelo novo painel TFT de 6,5 polegadas, incluindo os modos de pilotagem padrão, chuva, estrada, dinâmico e corrida. O pacote Ride Modes Pro adiciona os modos Race Pro 1, 2 e 3 onde o piloto pode fazer seus ajustes personalizados, incluindo ajustes no freio motor, derivado da HP4.

Eletrônica de última geração controlada no novo painel TFT (Divulgação)

A suspensão agora é da italiana Marzocchi, com um garfo dianteiro invertido de 45 mm e um amortecedor traseiro Full Floater Pro, multiajustáveis eletronicamente.

BMW S 1000RR: conjunto sofisticado eleva nível da pilotagem (Divulgação)

Curioso o novo sistema de freios que tem componentes da Nissin, da Hayes e da Brembo. A bomba do freio dianteiro Brembo aciona as pinças radiais Hayes de quatro pistões que trabalham com discos de 320 mm de diâmetro e 4,5 mm de espessura. Na traseira uma pinça Brembo de pistão único dá conta do recado junto ao disco de 220 mm. Toda essa miscelânea nos freios visa diminuir a agressividade da pegada inicial e melhorar a progressividade. Uma unidade ABS Continental entra no lugar da unidade Bosch, mas o controle de tração continua da Bosch.

S 1000RR 2020: totalmente renovada para garantir a melhor tocada com muita segurança (Divulgação)

A nova BMW S 1000RR eleva a dirigibilidade a um novo patamar, proporcionando facilidade na condução e alto gerenciamento da potência, aplicando toda tecnologia para manter o piloto seguro e confiante na pista.