Card image
Notícias
Aprilia pode apresentar RSV4 mais potente em breve

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/07/2018
  • Por: Carlos Bazela

Motos, superesportiva, Aprilia, RSV4 RF Limited Edition, RSV4, V4, Muldial de Motovelocidade, MotoGP, Grande Prêmio das Américas, Loris Reggiani, AF1 250, RS-GP, Ducati, Panigale V4 R, Panigale, Intermot, EICMA, Alemanha, Itália, Salão de Colônia, Salão de Milão, Yamaha, YZF-R1, YZF-R1M, Honda, SP1, SP2, CBR 1000RR Fireblade, Kawasaki, Ninja ZX-10R, ZX-10RR, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Aleix Espargaró, Andrea Iannone Em 2018, a Aprilia RSV4 completa dez anos e, de acordo com rumores da imprensa internacional, a Marca de Noale não deve deixar a data passar batido e pode apresentar uma nova e mais potente superesportiva dentro em breve. Os boatos dizem que a Aprilia deve conservar o modelo atual com atualizações menores no propulsor V4 de 999,6 cm³, mas utilizar a versão de 1 077 cm³ que equipa a Tuono 1100 como base para uma suposta versão ainda mais apimentada da superbike, com potência máxima chegando aos 215 ou 220 cv.

Com o upgrade no motor, também viria um novo chassi e outros componentes criados com foco em economizar peso, valorizar a cavalaria extra e oferecer estabilidade, principalmente em uma pista. Também é praticamente certo que a nova RSV4 receba as asas aerodinâmicas utilizadas na edição limitada da RF lançada em abril deste ano.

Se for isso mesmo, a marca italiana será mais uma a integrar o time de fabricantes que investe em duas categorias de superesportivas. A Yamaha faz isso com a YZF-R1 e a YZF-R1M, a Honda com as versões SP1 e SP2 da CBR 1000RR Fireblade, a Kawasaki com a Ninja ZX-10R e a ZX-10RR, que é campeã mundial de Superbike e, ao que tudo indica, a Ducati também terá sua Panigale V4 R, que deve debutar ainda nesse ano no Intermot, que acontece em outubro em Colônia, na Alemanha, ou no Eicma, um mês depois, na cidade italiana de Milão.

Será que a Aprilia também vai aproveitar a oportunidade para mostrar sua nova moto ainda neste ano ou vai esperar mais um pouco para trazer ainda mais tecnologia do Mundial de Motovelocidade, onde segue firme e forte com a sua RS-GP e com a dupla Aleix Espargaró e Andrea Iannonne confirmados para competir na MotoGP em 2019.

Conteúdo Recomendado

Comentários