Card image
Especiais
Zero Motorcycles revela duas motos na AIMExpo

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 16/10/2015
  • Por: admin

<p><img alt=" " height="100" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/logotipo_circuit_aimexpo_2015_300x100.jpg" style="margin:0 10px ;float:left" width="300" /><span style="line-height: 1.6em;">A marca norte-americana, pioneira no ramo de motocicletas elétricas e que esteve presente no Brasil por um breve período, apresentou dois novos modelos na quinta-feira (15), na AIMExpo.</span></p>

<p>Baseada no modelo FX, a nova supermoto da marca recebeu o nome de FXS e chega com números que prometem um desempenho empolgante: Potência de 44,86 cv (33 kW), com 9,7 kgf.m de torque para menos de 136 kg de peso. Não custa lembrar que em um motor elétrico, o torque máximo está disponível instantaneamente, o que deixa tudo ainda mais interessante… E divertido! De acordo com a Zero, a FXS vai de 0 a 60 milhas por hora (96,5 km/h) em 4,1 segundos.</p>

<p><img alt="Zero FXS, uma supermoto elétrica!" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_2016_zero_fxs_supermoto_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>O outro modelo revelado no salão americano, que acontece esta semana em Orlando, na Flórida, foi a DSR, com pneus mistos é uma on-off que poderia ser chamada de “maxitrail” das elétricas. Baseada no modelo DS, a nova DSR é ainda mais potente. São 14,7 kgf.m de torque (56% mais que a DS) e, segundo a Zero, a potência máxima também subiu 25%, de 54,4 cv (40 kW) para 67,9 cv (50 kW) na DSR.</p>

<p><img alt="Zero DSR, com pneus mistos, é a &quot;topa-tudo&quot; elétrica" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_2016_zero_dsr_adventure_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Ambos os modelos já incorporam o novo motor Z-Force IPM, que segundo a marca, conta com tecnologia que produz energia de forma mais eficiente, esfria mais rapidamente e possui maior capacidade térmica. No mundo dos motores elétricos, isso se traduz em maior desempenho e menor consumo de energia. A autonomia dessa nova geração de motores utilizada na linha 2016 chega a 316 quilômetros na cidade e 158 quilômetros na estrada (a 112 km/h).</p>

<p><img alt="Com as novidades, a marca busca atender os mais diferentes gostos de motociclistas" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_novas_zero_moto_eletrica_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Há ainda um sistema opcional, que reduz o tempo necessário para uma recarga total em três vezes. Equipado com ele, um motor totalmente sem carga está completamente recarregado em um período que varia de duas a três horas. Garantindo praticidade no uso. Com as duas novidades, a linha de motos elétricas da Zero fica com seis opções (S, SR, DS, DSR, FX, FXS) sem contar o modelo que é fornecido para a polícia americana. Será que estas motocicletas elétricas fariam sucesso no Brasil?</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários