Card image
Especiais
Venda e produção de motos recuam mais em fevereiro

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 08/03/2016
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Em fevereiro, a fabricação de motos recuou 6,5%, totalizando 71.057 unidades, contra 75.959 registradas em janeiro. No comparativo com fevereiro de 2015, quando foram produzidas 110.823 motocicletas, houve uma queda expressiva, de 35,9%, conforme levantamento divulgado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.</span></p>

<p><img alt="Produção de motos em queda. Se não vende, a produção é reduzida" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/producao.traxx_.2016__620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">“Vale lembrar que em fevereiro celebramos o Carnaval, o que explica a queda na produção em relação ao mês de janeiro. Porém, o mercado de motocicletas, assim como outros setores da economia, é impactado pelo atual cenário de instabilidade política e econômica do País, atrelada à falta de confiança do consumidor. Desta forma, não descartamos a necessidade de uma revisão nas projeções do setor para 2016”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.</span></p>

<p><img alt="No varejo, a média diária de comercialização já é a menor em 11 anos" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/concessionaria.honda_.2016__620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>As exportações de fevereiro totalizaram 5.692 motocicletas, o que representa uma alta de 70,6%, em relação a janeiro, e expressivo crescimento de 128,5%, em comparação com o mesmo mês de 2015. Os resultados refletem principalmente a viabilização de mais negócios na Argentina.</p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">No varejo, foram vendidas 74.404* motocicletas, o que representa um recuo de 5,3% ante o volume de janeiro, com 78.538 unidades e de 20,7% em relação a fevereiro de 2015 (93.806).</span></p>

<p>Mesmo com um dia útil a mais que no ano passado (20 dias), a média diária de vendas apresentou queda de 24,6%, passando de 4.937 para 3.720 motocicletas – o menor índice desde março de 2005, que havia registrado 3.729 unidades/dia.</p>

<p>Em resumo, <strong>se não vende, não produz</strong>. Regra básica dos negócios. Mas, a questão é tentar entender se as vendas caíram porque as pessoas estão com menos poder de compra, ou se já tem muita motocicleta nas ruas e consequentemente, menos pessoas precisando adquirir um novo veículo? Qual é a sua opinião sobre isso?</p>

<p><span style="line-height: 1.6em;"> (*) Foram desconsiderados os ciclomotores usados, cujo licenciamento junto aos Detrans passou a ser obrigatório a partir de 2015.</span></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários