Card image
Especiais
Triumph lança ação para aproximar mulheres do motociclismo

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/08/2020
  • Por: Willian Teixeira

A Triumph apresenta uma iniciativa para se aproximar das mulheres motociclistas e ampliar a presença do público feminino no universo das motos, o Women For The Ride, projeto pensado e desenvolvido exclusivamente por funcionárias da montadora.

Segundo Luana Michelucci, que trabalha no Marketing da Triumph e integra o comitê responsável pro projeto, o empoderamento feminino é uma pauta crescente em vários segmentos e não pode ficar de fora do motociclismo. “Percebemos a necessidade de falar diretamente com as mulheres. Por isso criamos um comitê feminino dentro da empresa para dar força e reunir diferentes experiências vividas no motociclismo”, destaca Luana.

Triumph quer aproximar mulheres do motociclismo
Desenvolvido por funcionárias da Triumph, programa Women For The Ride quer atrair mais mulheres ao mundo do motociclismo (Divulgação)

Segundo o comitê responsável pelo Women For The Ride, o projeto está baseado em três pilares: “Produto”, “Social”, “Experiências e treinamentos”. Partindo desse princípio, elas consultaram mais mulheres e estabeleceram as primeiras iniciativas direcionadas ao público feminino, além do lema principal do projeto, que é “Despidos de matéria somos todos iguais” – em alusão à personagem Catrina, com origem na cultura mexicana, que é representada pelo esqueleto de uma mulher.

Para o primeiro pilar, o comitê sugeriu o lançamento de uma moto personalizada que marcasse a criação do programa. Elas convocaram o artista Samuel Lenzi para criar um logo que estampará as unidades da Street Twin que forem compradas por mulheres no mês de agosto. A personalização será feita com adesivo para facilitar uma futura venda da moto.

Triumph quer aproximar mulheres do motociclismo
Todas as Street Twin vendidas para mulheres em agosto terão o logo do Women For The Ride aplicado em adesivo (Divulgação)

Para o pilar de Experiências, a primeira ação prevê a realização de cursos de pilotagem do Triumph Riding Experience (TRX) com turmas exclusivas para mulheres. “Elas buscavam uma oportunidade de se divertirem com a motocicleta junto de um público basicamente feminino”, destaca Evelyn Lima, do Marketing do TRX e integrante do comitê do Women For The Ride. Estão programadas turmas exclusivas para mulheres em outubro para os cursos de pilotagem On-Road 1 e On-Road 2. Além disso, também serão realizados treinamentos especiais com a participação de mecânicas mulheres.

Já o pilar Social busca engajar as motociclistas em ações sociais. Uma delas, em andamento, será a doação de produtos de higiene pessoal para a população de rua do centro de São Paulo, em setembro – iniciativa em parceria com o chef Henrique Fogaça, Embaixador da Triumph, que vem distribuindo marmitas para este público durante a pandemia.

Henrique Fogaça, embaixador da Triumph no Brasil (Divulgação)

Veja também:
Triumph Street Twin, uma clássica raiz
Número de mulheres motociclistas cresce em oito anos
Projeto Motostory: Empoderadas!

Além da Triumph, recentemente a Royal Enfield anunciou o lançamento de uma ação dedicada ao público feminino. A fabricante indiana trouxe ao país o Buld Train Race (BTR), programa que visa aproximar as mulheres das competições de Flat Track e do mundo da customização de motos.

Bruna Wladyka, do Elas Pilotam, já participou do BTR da Royal Enfield (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

E as marcas acertam em se preocuparem com o público feminino, pois o número de mulheres portadoras da CNH categoria A teve um crescimento exponencial nos últimos anos, passando de 4 milhões em 2011 para mais de 7 milhões em 2019, segundo dados do Denatran. Ou seja, praticamente dobrou em menos de 10 anos. Que mais marcas possam se espelhar nestas ações e expandam o diálogo com as mulheres!