Card image
Especiais
Triumph lança Tiger Explorer XR e XCx no Brasil

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 14/07/2016
  • Por: admin

<p>A linha Tiger Explorer, da Triumph, foi completamente remodelada e chega nas concessionárias este mês de julho, nas versões XR, por R$ 58.500 e XCx, mais completa, por R$ 70.500. A nova geração da Tiger Explorer foi revelada mundialmente em novembro de 2015 no Salão de Milão (Eicma). <span style="line-height: 1.6em;">  </span><img alt="Triumph Tiger Explorer XCx" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/tiger_explorer_xcx_triumph_2016_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /><span style="line-height: 1.6em;">Modernizadas – assim como aconteceu na linha Tiger 800 -, as versões daTiger Explorer está mais prazerosa de pilotar, mais estável e consequentemente, mais confortável. Sem perder o estilo da primeira versão, lançada em 2011, a Tiger Explorer continua com seu padrão de definição de qualidade superior.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">O motor é o mesmo para as versões. Tricilíndrico de 1215 cm³, que desenvolve 139 cv a 9300 rpm, com pico de 12 Nm de torque a 6200 rpm. Para fazer um melhor uso deste desempenho, a Tiger Explorer possui embreagem hidráulica, com discos múltiplos e auxílio de torque (slip assist), evitando a fadiga do piloto.  </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">O novo câmbio de seis velocidades tem relação de marchas longa, ideal para grandes viagens, além de também proporcionar uma economia de combustível de 5% em relação ao modelo anterior.</span></p>

<p><iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="349" src="https://www.youtube.com/embed/c0sk4z2y1Gg" width="620"></iframe> <br />
<span style="line-height: 1.6em;">Para maximizar o nível de controle de frenagem, toda a linha conta, na dianteira, com dois discos oscilantes de 305 mm, monobloco Brembo de quatro pistões e fixação radial e, na traseira, com um disco único de 282 mm, com pinça deslizante de dois pistões.  </span></p>

<p>Juntamente com a suspensão ajustável da Tiger Explorer XR, a versão XCx conta com o moderno Sistema de Suspensão Semi-Ativa da Triumph (TSAS, ou Triumph Semi Active Suspension), uma tecnologia inovadora que controla ativamente as configurações da suspensão WP.</p>

<p>O sistema TSAS se adapta continuamente aos ajustes da suspensão, conforme a pilotagem, entregando melhor controle, conforto e experiência em qualquer superfície, gerenciando ativamente as configurações de amortecimento e as definições de pré-carga para que elas respondam automaticamente à superfície da estrada, velocidade, peso do piloto, carga útil e terreno.  </p>

<p><img alt="Triumph Tiger Explorer XR" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_tiger_explorer_xr_2016_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>O piloto pode selecionar o tipo de suspensão desejado para o seu passeio. O sistema TSAS oferece ao piloto a capacidade de escolher entre “road” e “offroad”, com diferentes configurações de pré-carga e amortecimento para cada condição de pilotagem.<span style="line-height: 1.6em;">Adicionalmente, cada uma dessas configurações ainda possui nove diferentes etapas facilmente selecionáveis, que vão de “conforto” a “sport”.  </span></p>

<p>Os novos modos de pilotagem oferecem a capacidade de configuração da moto em movimento para se adequar às condições de pilotagem através de um menu de fácil uso. Estes modos de pilotagem incorporam diferentes configurações para TSAS, freios ABS, controle de tração e mapas de aceleração, buscando o máximo controle, conforto e envolvimento do piloto. </p>

<p>Um novo recurso do modelo, na versão XCx, é a Unidade de Medição de Inércia (IMU, ou Inertia Measurement Unit), que faz a medição contínua do comportamento da motocicleta e de seus movimentos, de acordo com a taxa de inclinação do piloto, esterçamento e aceleração vertical, longitudinal e lateral. <span style="line-height: 1.6em;">Os dados </span><span style="line-height: 1.6em;">IMU são utilizados para otimização dos freios ABS e do controle de tração também em curvas, oferecendo ao piloto a melhor frenagem e controle da motocicleta em todos os ângulos (na versão XCx).  </span></p>

<p>O modelo de entrada XR dispõe de freios ABS multicanal e combinados pela dianteira e controle de tração, enquanto a Tiger Explorer XCx oferece, adicionalmente, de série, o recurso de otimizar o uso dos freios ABS e do controle de tração nas curvas, por meio do monitoramento do ângulo de inclinação nas curvas. <span style="line-height: 1.6em;">Isso garante à moto uma excelente estabilidade, frenagem e controle, mesmo ao lidar com as curvas mais fechadas.   </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Mas o estilo da nova família é muito mais do que aparência.</span><span style="line-height: 1.6em;">Tudo foi concebido para melhorar o desempenho da motocicleta e o conforto do condutor. </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Nesta quinta-feira (14) vamos ter a oportunidade do primeiro contato com as duas versões no asfalto e na terra. Fique ligado que iremos publicar nossas impressões aqui. </span><span style="line-height: 1.6em;">O que achou da novidade? Deixe um comentário!</span></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários