Card image
Especiais
Startup brasileira, Voltz, desenvolve scooter elétrico

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/06/2020
  • Por: Ismael Baubeta

A busca por melhor mobilidade urbana resultou na criação de meios de transporte mais ágeis para circular nas engarrafadas metrópoles mundo afora. As bicicletas, patinetes e até scooters compartilhados preencheram boa parte desta lacuna, facilitando o ir e vir de muitas pessoas. A Voltz chega para oferecer mais um meio de transporte ágil, econômico e ambientalmente correto.

A Voltz é uma startup brasileira idealizada por um empresário de importadora e distribuidora de motopeças no Nordeste. Com espírito empreendedor, ele observou a crescente demanda por veículos que melhorem a mobilidade em grandes centros urbanos e investiu no desenvolvimento de um scooter elétrico.

Design da Voltz EV1 é arrojado

Veja também:
Harley-Davidson estuda sistema de auto-equilíbrio
Kawasaki Z900RS Café, estilo e tradição da marca verde
O que mudou no mercado de motos com a Covid-19

Como surgiu o projeto

Renato Vilar, CEO da Voltz, aproveitou o grande conhecimento e bom relacionamento com seus fornecedores chineses para começar a produzir o primeiro scooter elétrico da marca.

Após dois anos de estudo, a criação de alguns protótipos e muitos quilômetros de testes, surgiu o modelo EV1. O scooter chega para ser mais uma boa opção de transporte ambientalmente correto, com baixo custo por quilômetro rodado.

Enquanto muitos modelos de outras marcas são quase idênticos em seus layouts, o EV1 tem o design exclusivo como um de seus diferenciais. É um scooter de conceito moderno nas linhas de sua silhueta, na iluminação baixo custo por quilômetro rodado e nos acessórios que oferece, como as duas tomadas USB, a caixa de som e a conexão bluetooth. Estes gadgets permitem ao proprietário se manter conectado e, por que não, se divertir em sua locomoção.

A Voltz EV1 tem freio a disco nas duas rodas

Tecnologia com economia

A configuração técnica do EV1 é baseada em motor elétrico de 1.800 watts da Bosch, que segundo a Voltz, permite chegar a 60 km/h. Sua bateria portátil pode ser recarregada completamente em quatro horas. Basta plugá–la em uma tomada simples de 110 v ou 220 v para rodar os 60 quilômetros de autonomia.

O motor da Voltz EV1 é da alemã Bosch de 1.800 Watts

Uma chave de potência de três posições permite regular a entrega e deixá-la da maneira que o cliente preferir. O belo painel digital oferece bastante informação, sendo possível conferir o nível de bateria, potência selecionada, velocímetro e hodômetro.

A EV1 tem sistema keyless, partida sem chave

Pensando em facilitar a vida dos clientes, a Voltz instalou no EV1 o sistema keyless para partida sem chave, que funciona como controle remoto, permitindo ligar a moto à distância e abrir seu porta-objetos através de um botão.

Além de todos esses acessórios muito úteis, o modelo vem equipado com rodas de liga leve de 12 polegadas de diâmetro e desenho moderno, pneus esportivos e freio a disco nas duas rodas. O sistema de suspensão foi projetado para absorver os impactos com conforto e segurança.

A Voltz investiu em um modelo que permite rodar com bastante conforto, boa autonomia e velocidade compatível com a maioria dos centros urbanos a um custo bem reduzido. Afinal, quatro horas de carga custam menos de R$ 1 e permitem rodar em torno de 60 km. A ergonomia foi desenhada para que o condutor possa rodar comodamente e em posição relaxada por bastante tempo. Uma experiência de pilotagem prazerosa.

A criatividade de Renato Villar foi além. O empresário desenhou o projeto Voltz com lojas montadas em contêineres de 40 pés, que chegam praticamente prontos para ativação, permitindo aos revendedores autorizados se instalar rapidamente na respectiva região.

Estes contêineres funcionam como estande de vendas e experimentação, vários deles já estão em funcionamento nas regiões Norte e Nordeste.

Faça você mesmo

A Voltz criou algumas facilidades para seus clientes. A primeira é receber a moto em casa, assim, o próprio cliente a põe em funcionamento, ao estilo plug and play de equipamentos eletroeletrônicos. Outra facilidade é o aplicativo criado para o cliente pedir, via celular, qualquer peça ou acessório que necessite.

Voltz EV1
Quatro horas de carga permitem 60 km de autonomia

O pós-venda Voltz está alicerçado em mais de 4.000 parceiros revendedores de peças por todo Brasil para atender a demanda projetada de 10.000 motos por ano. Com este modelo de negócio, o objetivo da empresa é estar presente em todos os estados do país rapidamente.

Projeto de longo Prazo

Outro bom indício de que a Voltz deve sedimentar e ampliar a sua operação é um novo modelo que está sendo desenvolvido para agregar ao line-up.

O preço do EV1 é de R$ 9.490, e o scooter é entregue em qualquer lugar do país. As cores disponíveis são: branca, azul, azul fosco, preta fosca, preta brilhosa, amarela, verde, laranja, cinza e vermelha.