Card image
Especiais
Renascida para as pistas

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 16/07/2015
  • Por: admin

<p>Alguém conseguiria imaginar que esta motocicleta em apenas um ano foi de apenas um quadro e motor para este estado de restauração? Pois foi exatamente o que aconteceu. Com apenas quadro, motor e documento nas mãos, o “big boss” da oficina Jurassic Machines, Hadys, tinha de decidir que caminho tomaria na restauração de sua Harley-Davidson Flathead de 1940.</p>

<p><img alt="Harley-Davidson Flathead, de 1940" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_harley_davidson_flathead_1_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Inicialmente, pensando em fazer dela uma versão tradicional de 1939, Hadys e sua equipe — felizmente — mudaram de ideia e decidiram tomar outro rumo. Assim, aos poucos, ia surgindo uma Flathead TT Special. No início das competições americanas regulamentadas pela AMA (American Motorcyclist Association), as fabricantes usavam as corridas como vitrine para projetos exóticos de motocicletas na Classe A.</p>

<p>A ideia era cara, e, ainda sob os efeitos da Grande Depressão, os investimentos foram diminuindo. Para combater esse declínio a AMA criou a Classe C, na qual pilotos amadores também podiam competir. Os circuitos predominantes eram os de dirt-track, em sua maioria ovais, mas os TT (Troféu Turista), um pouco mais dinâmicos, começavam a ganhar popularidade. A Harley-Davidson, que dominava na cena junto com a Indian, tinha como representante mais presente uma Flathead modificada para competições, a Special TT.</p>

<p><img alt="O propulsor bicilíndrico da Flathead tinha 1 200 cm3 de capacidade e podia levar a TT a 160 km/h. Diversão garantida" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_harley_davidson_flathead_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>As TT eram despidas de tudo que não era essencial, para diminuir seu peso, além de ajustes para aumentar sua distância livre do solo. Uma vez decidido o projeto, começou o árduo trabalho, peça a peça, com algumas licenças poéticas, como o tanque e o câmbio. O primeiro é de 1947 e o segundo apenas foi usado nas Harley-Davidson a partir de 1951, porém para o propósito desta TT, que era o de voltar às pistas, o acionamento no pé facilitaria sua condução.</p>

<p>Em julho de 2014, a Harley-Davidson Flathead Special TT de 1940 estava pronta para estrear na divertidíssima corrida<strong> Pé na Tábua TT</strong>, que promove o antigomobilismo em sua forma mais divertida, com corridas de calhambeques e motos antigas, e a Flathead participou de duas edições. Agora voltou à oficina, para ajustes que a deixarão ainda melhor.</p>

<p>A estes adoráveis loucos, o nosso parabéns!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários