Card image
Especiais
Produção de motos em março tem melhor resultado desde 2015

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/04/2021
  • Por: Willian Teixeira

Após uma forte desaceleração nos dois primeiros meses de 2021, a produção de motos voltou a superar as 100 mil unidades em março, registrando um crescimento de 116,4% sobre fevereiro e de 22,1% na comparação com o mesmo mês de 2020. As informações são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, a Abraciclo.

Em março foram produzidas 125.556 motocicletas no Polo Industrial de Manaus, contra 58.014 em fevereiro e 102.865 no mesmo período de 2020. Segundo a Abraciclo, o resultado do último mês é o melhor para o setor desde março de 2015, mês que acumulou produção de 127.301 motos.

Produção de motos em março tem melhor resultado desde 2015
Linha de produção da Triumph em Manaus (Divulgação)

Desempenho da indústria recua no trimestre

Apesar do bom desempenho em março passado, os dois primeiros meses de 2020 puxaram o resultado do trimestre para baixo. No acumulado do ano, 237.201 motocicletas deixaram as linhas de montagem, o que corresponde a uma queda de 20,3% sobre igual período de 2020, que registrou 297.557 unidades.

Apesar dessa queda trimestral, o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, afirma que a perspectiva para os próximos meses é boa. “Depois de dois meses as fábricas retomaram suas operações normalmente, seguindo os protocolos sanitários. Com isso, voltamos ao patamar de produção que deve se manter nos próximos meses e esperamos atender à demanda do mercado, reduzindo a fila de espera por motos”, afirma.

Produção de motos em março tem melhor resultado desde 2015
Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo (Divulgação)

Veja também:
Conheça as motos mais caras e mais vendidas do Brasil
Veja as 20 motos mais emplacadas no 1º trimestre
Mudanças no Código de Trânsito entram em vigor dia 12

Diante dessa expectativa de melhora, a Abraciclo manteve a estimativa de produção para 2021, que deve ser de 1.060.000 unidades, uma alta de 10,2% sobre as 961.986 motocicletas fabricadas no ano passado.

Exportações de motos avançam mais de 100%

Em março, foram exportadas 6.355 motos, volume 116,5% maior do que as 2.926 unidades exportadas em fevereiro e 132,1% superior ao mesmo mês do ano passado, que registrou 2.730 unidades.

Segundo dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat, que registra os embarques totais de cada mês, analisados pela Abraciclo, os Estados Unidos representaram o principal mercado, com 1.012 unidades e 26,5% do volume total exportado. A Colômbia representou o segundo maior mercado, com 922 motocicletas e 24,2% do volume total exportado. Na sequência, ficou o Canadá (670 motos e 17,6% do total exportado).

Produção de motos em março tem melhor resultado desde 2015
Fábrica da BMW Motorrad em Manaus (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

No primeiro trimestre, as exportações totalizaram 13.165 unidades, aumento de 92,9% na comparação com o mesmo período do ano passado (6.825 motocicletas). Os principais destinos das motos brasileiras são os Estados Unidos (3.838 unidades e 33% do total exportado), seguidos de Argentina (3.104 unidades e 26,9% do volume) e Colômbia (1.616 unidades e 14%).

De acordo com a Abraciclo, a maior parte das motos exportadas são de alto valor agregado como, por exemplo, modelos off-road. “Isso mostra o quanto a motocicleta produzida no Brasil é tecnológica e está alinhada com as principais demandas globais do setor de Duas Rodas”, conclui Fermanian.