Card image
Especiais
Para seguir atrativa, KTM renova a sua 390 Duke

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/11/2016
  • Por: admin

<p><img src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/givi_motociclismo_1_150x150.jpg" style="width: 150px; height: 150px; float: left; margin-left: 20px; margin-right: 20px;" /></p>

<p>Desde que foi lançada, a pequena notável da KTM, a 390 Duke chamou muita atenção pelo seu design original e desempenho ímpar. Super compacta e com motor priorizando desempenho, faz qualquer deslocamento mais divertido.</p>

<p>Só que com os anos, o modelo precisava de reinventar, para seguir sendo uma referência em uma categoria que só cresce, competindo com Kawasaki Z300, Yamaha MT-03 e BMW G 310 GS.</p>

<p><img alt="KTM 390 Duke, modelo 2017 (foto: Marcelo Barros)" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_foto_marcelo_barros_3_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>No último Eicma, em Milão (Itália), a KTM trouxe a nova geração da 390 Duke, com visual inspirado diretamente na 1290 Super Duke R – que também ganhou atualização – e muita tecnologia, com novo painel e novos recursos para tornar a pilotagem ainda mais prazerosa.</p>

<p><img alt="O visual é inspirado na 1290 Super Duke R, a irmã maior da 390 Duke (foto: Marcelo Barros)" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_foto_marcelo_barros_5_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>Visualmente, a moto está mais encorpada e ficou simplesmente linda. O tanque aumentou de 11 litros para 13,4 litros, o que contribui para uma maior autonomia.</p>

<p>O sistema de freios são os mesmos, da Bybre (segunda linha da Brembo) e a boa suspensão dianteira invertida de 43 mm da WP ganhou nova calibragem.</p>

<p><img alt="O visual mudou bastante nesta nova geração. Destaque para o novo farol, belíssimo!" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_10_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Uma  diferença para as irmãs menores 125 e 250 (a 200 Duke virou 250 Duke) são os manetes de freio e embreagem ajustáveis em altura, melhorando a ergonomia do usuário.</p>

<p>O motor é um monocilíndrico de exatos 373,2 cm³, arrefecido à líquido, com injeção eletrônica da alemã Bosch. Rende 44 cv de potência máxima à 9.000 rpm. Outra diferença é o escapamento, que antes era ‘invisível’ com uma pequena ponteira, agora é um escapamento grande, saindo pelo lado direito, como na 1290 Super Duke R. O peso seco é de 149 kg.</p>

<p><img alt="A lanterna traseira também muito. Continua em LED, mas é bem maior e bonita (foto: Marcelo Barros)" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_foto_marcelo_barros_7_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Uma novidade moderninha para a 390 Duke é o MY RIDE. Como opcional, faz uma interface na tela do painel da moto com o seu smartphone, permitindo controlar uma série de recursos pelos botões do punho esquerdo da moto. Conferimos o funcionamento dele no Salão de Milão e achamos muito interessante.</p>

<p><img alt="Este é o novo painel da 390 Duke. Todo digital, tem como opcional uma interface com o smartphone (foto: Marcelo Barros)" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_foto_marcelo_barros_4_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>Na Itália, a nova 390 Duke custa 5.610 Euros, o que equivale a cerca de R$ 18.500 em uma conversão direta. Na Europa, onde a habilitação tem duas categorias, sendo a A2 a mais acessível, ela excede a relação peso-potência, por isso lá a KTM irá disponibilizar uma versão com potência reduzida para se adequar e atender os novos motociclistas.</p>

<p><img alt="A meta da KTM com a 390 Duke é clara: ser referência na categoria" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/ktm_390_duke_2017_motociclismo_8_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Na Europa, a previsão é de chegar nas concessionárias em março de 2017. Já no mercado brasileiro, a nova geração — que inclui também a 250 Duke, sucessora da atual 200 Duke — chega no início de 2018. Já estamos ansiosos para acelerar elas! </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários