Card image
Especiais
MOTOCICLISMO e #ElasPilotam, parceria que promete!

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 25/08/2021
  • Por: Ismael Baubeta

Olá, caro leitor e leitora da revista MOTOCICLISMO, há algum tempo queremos ter uma voz feminina em nossas publicações, afinal, cada vez mais mulheres estão acelerando suas motos no Brasil e pilotando suas vidas.

Para nós da Revista MOTOCICLISMO, é importante ouvi-las e, mais do que isso, aprender com elas.

É com muita alegria que queremos anunciar mais uma parceria de peso, desta vez, quem vai contribuir com nosso conteúdo são ELAS, do #ElasPilotam, portal encabeçado por Bruna Wladyka e Gabi Hoover, que têm em comum conosco a paixão pelas motocicletas.

MOTOCICLISMO e #ElasPilotam, parceria que promete!
Bruna Vladyka é uma das idealizadoras do movimento #ElasPilotam (Guilherme Veloso)

O #ElasPilotam terá uma coluna mensal em nosso site com assuntos do mundo motociclístico pautados pelo ponto de vista feminino. Uma contribuição valiosa e muito bem-vinda.

Esperamos que gostem!

Veja também:
Lugar de mulher é atrás do tanque… de uma Royal Enfield!
Livro LipSpeed conta a incrível jornada das mulheres no motorsport
Mulheres e motos, relação cada vez mais em alta no Brasil

#ElasPilotam agora na Motociclismo

Olá! Somos o movimento #ElasPilotam e, a partir deste mês, estaremos no site da MOTOCICLISMO. E antes de qualquer coisa, queremos dizer o quanto nos sentimos felizes com o convite que a revista nos fez para uma colaboração mensal.

Por isso, inicialmente, vamos nos apresentar! O #ElasPilotam é um movimento criado por mulheres, para as pessoas que são apaixonadas por motociclismo, sejam elas pilotos, garupas, ou simplesmente admiradores dessas máquinas em duas rodas. 

MOTOCICLISMO e #ElasPilotam, parceria que promete!
A paixão que nos une é a mesma, as motocicletas!

Como tudo começou

No início, em 2018, o #ElasPilotam foi criado como um espaço de encontro para as mulheres dentro das atrações do evento BMS – Brasil Motorcycle Show, em Curitiba, PR.

No entanto, com a repercussão do espaço a hashtag ganhou vida própria e identidade entre as mulheres que gostam e andam de moto, espalhando-se por todo o Brasil e, ainda, a outros lugares do globo como Argentina, Estados Unidos e Portugal.

Aos poucos o movimento foi tomando forma, sob a direção da designer e empresária Bruna Wladyka, que por vezes é a face do #ElasPilotam; e, em 2020, obteve o reforço da jornalista brasileira, radicada nos EUA, Gabriela David Hoover (Gabi Hoover). 

MOTOCICLISMO e #ElasPilotam, parceria que promete!
A amizade, a troca de experiências e as motocicletas é o que nos move! (Foto: Arquivo #ELASPILOTAM)

Nossas crenças

No #ElasPilotam acreditamos que informação, respeito, inclusão e conexão, são as chaves para as transformações que buscamos individual e socialmente.

E, embora nossa relação com a linguagem e o universo feminino em duas rodas seja maior (por motivos óbvios), somos um movimento plural. 

#ElasPilotam por todos e para todos

E para nós, essa pluralidade vai além da diversidade de modelos, potência, e marcas de motocicletas. Ela tem a ver com quem somos e as escolhas que fazemos. Seja mulher ou homem, criança ou adulto, seja pilotando ou na garupa, queremos que o plural seja cotidiano, respeitado e conectado.

Na nossa visão, os bons ventos deste mundo são para qualquer ser humano.

MOTOCICLISMO e #ElasPilotam, parceria que promete!

Albert Einstein uma vez disse: “A vida é como uma bicicleta. Para manter o balanço, é preciso manter o movimento”. Nós entendemos que de nada adianta falarmos sobre o que precisamos mudar, e não fazer nada para promover essa mudança. 

Fato é que a representatividade das mulheres neste universo está crescendo, mas ainda é pequena, quando comparada ao número dos homens motociclistas. Por exemplo: ainda são poucas as jornalistas que cobrem a indústria automotiva, e, enquanto a maioria em uma redação ainda é de homens, assim também serão as pautas.

parceria

Isso vale para oficinas mecânicas, lojas de peças automotivas, cursos técnicos, em parques fabris, e, já que estamos falando em representatividade, nas assembleias, câmaras, e congressos, ainda somos em menor número.

Como mulheres motociclistas, que vivem o universo das duas rodas, sabemos o que nos falta, e nós estamos aqui para falar e agir sobre o tema. Sempre de forma positiva, inclusiva e respeitando nossas diferenças.

Estamos prontas para acelerar com você, leitor, certas de que fará parte desta nova etapa conosco.

Time editorial – Elas Pilotam

Conteúdo Recomendado

Comentários