Card image
Especiais
Mercado de motos tem primeiro trimestre negativo

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 11/04/2016
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Foi divulgado pela Abraciclo (Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) o balanço do mercado no primeiro trimestre de 2016. Que como era esperado, ficou abaixo dos números de 2015.</span></p>

<p><img alt="Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo.abraciclo_.marco_.fermanian_.foto_.marcelo_.barros_.__620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">De janeiro a março foram fabricadas 227.426 motos, contra 360.187 unidades no mesmo período de 2015, uma redução de 36,9%. No período, as concessionárias compraram 37,4% menos das fábricas. </span><span style="line-height: 1.6em;">Nas exportações, o acumulado do trimestre teve alta de 116,5%, com 13.749 unidades exportadas, ante 6.351 no mesmo período de 2015.</span></p>

<p> Com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), foram emplacadas 239.923 motocicletas no trimestre*, volume 26,6% inferior ao apresentado no mesmo período do ano anterior, com 326.960 unidades.</p>

<p><img alt="Gráfico mostra queda nas vendas no primeiro trimestre, comparado a 2015" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/venda.motos_.trimestre_.1_.2016_.marcelo_.barros__620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p><strong><span style="line-height: 1.6em;">Projeções revisadas</span></strong><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Considerando os resultados do primeiro trimestre deste ano, a Abraciclo reviu as projeções do setor para 2016. É esperada uma redução de 9,7% na produção, que equivale a 122.708 unidades deixando de ser produzidas e no varejo*, redução de 12,2% (- 149.597 motos).</span></p>

<p>“Assim como outros setores da economia, que registram resultados negativos no período, o segmento de motocicletas também se enquadra no contexto atual da crise político-econômica. Diante deste cenário, a projeção de produção e vendas para o fechamento de 2016 é de uma retração de 9,7% e 10,1%, respectivamente”, comenta Marcos Fermanian, presidente da entidade.</p>

<p>(*) Sem contabilizar os ciclomotores usados, que ainda não tinham emplacamento obrigatório no primeiro trimestre de 2015 e iriam gerar distorção na análise do mercado.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários