Card image
Especiais
Entenda a distorção nos números do mercado de motos

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 02/02/2016
  • Por: admin

<p>A exigência do emplacamento de ciclomotores em 2015 fez com que os números de market share (participação de mercado) de motos brasileiros pelas marcas ficassem temporariamente distorcidos. Entenda.</p>

<p><img alt="Parece o Honda Grom, mas é o ciclomotor Shineray Mind 50" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/shineray_ciclomotor_motociclismo_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Com os emplacamentos, a Shineray rapidamente pulou para a terceira posição (novembro de 2015) e após a divulgação dos dados de dezembro de 2015 pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), a <a href="http://www.motorpress.com.br/moto/especiais/especiais/shineray-mantem-segunda-posicao-em-emplacamentos/"><span style="color:#FF0000;">marca superou a Yamaha no market share, se mantendo em janeiro de 2016</span></a>, com uma fatia de 10,94% no total de registros de emplacamentos no Brasil.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">A distorção na leitura de market share foi gerada pelo emplacamento tardio dos ciclomotores (veiculos de duas rodas, com motor de 50 cm³ de cilindrada) após a vigência da nova regra, <strong>imposta à partir de julho de 2015,</strong> pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Antes dessa regulamentação, <strong>os ciclomotores não precisavam ser emplacados e por isso não entravam nos dados de emplacamento</strong>, usados para medir como está dividido o mercado de motos. </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Com a nova regulamentação, <strong>ciclomotores produzidos e adquiridos há anos estão sendo emplacados atualmente, gerando a distorção nos dados</strong>. Para que se tenha ideia desse fenômeno, 89,3% dos ciclomotores emplacados entre julho e dezembro de 2015, foram fabricados até 2014 (fonte: Abraciclo). </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">A tendência é que estes números de market share se normalizem no segundo trimestre de 2016. Mesmo assim, <strong>a nova regulamentação irá gerar uma alteração real no market share, com Shineray e Traxx, principais fabricantes de ciclomotores, conquistando posições melhores que as que possuiam antes.</strong> Será que veremos ciclomotores Honda e Yamaha no futuro?</span></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários