Card image
Especiais
Editorial: parabéns por seu dia, motociclista!

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/07/2020
  • Por: Isabel Reis

O Dia 27 de julho é comemorado há muito tempo como o Dia do Motociclista. E para a data deste ano, em especial, toda a população brasileira deveria dar os cumprimentos ao grupo de motociclistas que usa esse transporte para salvar vidas.

Quantos de nós, isolados em casa, tivemos contato com o mundo exterior por intermédio dos motociclistas que nos traziam (e trazem) medicamentos, alimentos, documentos, e todo o tipo de produto? Esse novo herói nacional atua na linha de frente, permitindo que parte da população cumpra as regras do isolamento por conta do Covid-19.

Editorial: parabéns pelo dia do motociclista!
MOTOCICLISMO parabeniza a todos pelo Dia do Motociclista (Arte: Thomas Bento)

Veja também:
Coluna do Baubeta: a melhor mobilidade depende de duas rodas
Novo recorde de audiência da MOTOCICLISMO
Neo Sports Café, estilo retrô com desempenho excitante

A motocicleta, por sinal, tem outra finalidade social que é a de gerar renda para uma parcela de pessoas que perderam os seus empregos. Para muitos, a solução para sobreviver foi comprando uma moto ou um scooter e começando a trabalhar como entregador.

Delivery de comida e remédios se expandiu nos últimos meses em virtude da pandemia do novo coronavírus (Agência Brasil)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Juntando-se ao segmento dos amantes, aqueles apaixonados que usam pelo prazer, a motocicleta continua sendo o veículo mais lógico para rodar no caos nosso de cada dia. Economiza tempo, dinheiro, e o planeta agradece pela redução das emissões. É por essas e por outras que a frota nacional de motocicletas está acima de 28 milhões, sendo que o Brasil já se tornou o oitavo maior produtor mundial.

Caro amigo, parabéns, seja você um herói trabalhador dos serviços essenciais ou um amante desse veículo maravilhoso. Estamos juntos e conte com a MOTOCICLISMO. Mas não se esqueça da segurança, de usar sempre (e adequadamente) os equipamentos e de respeitar as leis de trânsito.