Card image
Especiais
Crônica: Sobre cães e motocicletas

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/12/2016
  • Por: admin

<p>Minha experiência diz que quando nos separamos, às vezes herdamos nossos filhos não biológicos de rabo, ou seja, cães, gatos, etc. Fiquei com dois lindos cachorros do meu último relacionamento, e hoje moro sozinho. Como motociclista que deixou o carro com a ex, me restou apenas motos. <strong>Não tenho problemas com isso, a não ser quando preciso transportar os bichos para o veterinário, passear no parque, etc.</strong></p>

<p>Outro dia vi um senhor com um sidecar levando um cão ao seu lado. Não conseguia tirar o olho dele. <strong>Me dava desespero pensar na possibilidade do bicho pular de lá.</strong> O animal atraia olhares dos motoristas, e parecia que o condutor da moto é que tinha mais prazer. Vixe!</p>

<p>Dados dizem que existem mais de 30 milhões de cães no Brasil. <strong>Isso nos leva a ser o vice-campeão de donos de caninos</strong>, atrás apenas dos Estados Unidos. Mas esse amor pelos amiguinhos leva os donos a tomarem atitudes por vezes irracionais.</p>

<p><img alt="Nossos amigos bichos podem nos acompanhar em um passeio por aí. Mas isso exige alguns cuidados" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/cachorro_motocicleta_motociclismo_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Os cães, como companheiros inseparáveis,<strong> não medem esforços para acompanharem seus donos em todas as atividades</strong>, independentemente do risco e do perigo que correm, ou seja, eles não avaliam. Quem tem de pensar são os donos, mas estes parecem que não acham relevante considerar o risco, apenas acham bonito desfilar com seus cães, na janela do carro, pendurados pelo pescoço, e mesmo na garupa de uma moto, sem segurança nenhuma.</p>

<p><strong>Confesso que também já cometi erros. </strong>Anos atrás tinha um dachshund (salsicha) que andava comigo dentro de uma mochila. Era só eu abrir a mochila que ele vinha correndo e entrava. Colocava na minha frente e íamos passeando de moto… Amigón, não faça isso!</p>

<p>Há até quem culpe o cachorro por acidentes de trânsito. Uma mulher, certa vez, sofreu um acidente de trânsito transportando seu cão e<strong> teve a pachorra de culpar o animal por isso. Pode?</strong> Pois, é, nosso código de trânsito não proíbe levar animais na motocicleta, mas o bom senso deve imperar.</p>

<p>Em outros países tive a oportunidade de verificar alguns cuidados e equipamentos para levar seu pet na moto. Caixas adaptadas e ventiladas que se prendem na garupa são uma boa opção, mas são difíceis de achar aqui no Brasil. <strong>Parece ridículo, mas óculos e roupas protetoras são importantes para os bichinhos na hora do transporte. </strong></p>

<p>Diferentemente do que já fiz, não transporte seu cão junto ao seu corpo, em uma mochila por exemplo, <strong>ele pode se agitar por qualquer motivo e comprometer a sua pilotagem e a vida dos dois. </strong>Sua condução também deve ser mais cuidadosa, sempre se preocupando com o inusitado passageiro. Semana passada comprei um compartimento de garupa, e quando levei um dos meus pets ao veterinário pareceu que ele curtiu e chegamos muito bem ao médico. </p>

<p>Sempre é bom termos o nosso melhor amigo onde formos, <strong>mas sempre com segurança e cuidado.</strong> Keep riding.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários