Card image
Especiais
Crônica: Fóruns e associações, neurose e loucura

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 10/11/2015
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Associações de motos, seitas e bandas de rock possuem características peculiares e, como tudo na vida, boas e ruins. Em essência, são um bando de bípedes do tipo grande, que cultuam e buscam a experiência de estar vivo através de algo coletivo. Tipo catarse, saca? Tudo muito poético, bonito, pôr do sol, música clássica, champanhe gelada!</span></p>

<p>A teoria é diferente na prática. Associações dão trabalho, muita coisa dá errado, é pancada que vem de fora, é sopapo que come dentro da associação, é um querendo matar o outro, cinco minutos depois querendo beijar. Mensagens privadas extravagantes, neuras, “egotrips”, ameaças por causa da tampinha da válvula do pneu traseiro da moto.</p>

<p>E tudo isso por um simples motivo: não é sobre motos ou seja lá o que for. É sempre sobre o bicho “ser humano”, essa raça que ainda não sabe por que está pisando na Terra! </p>

<p>Participar de uma associação é uma forma de elevar a experiência de pilotar uma moto, e fazer parte de um fórum é melhorar a experiência de pertencer a uma associação. Fazer passeios e ir a encontros (virtuais ou presenciais) são uma forma de se sentir vivo e pertencente a tal raça humana.</p>

<p><img a="" alt="" com="" concordou="" height="467" minha="" o="" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_cronica_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Conheci gente que poderia perder o emprego, a(o) namorada(o), a sanidade, o sono, mas ficava destilando ideias, verdades, mentiras, loucuras, frustrações na frente do teclado. Quer exemplos? “Usar capacete aberto ou fechado” rende um “fight” nota 9,0; “Usar botas ou não” dá uma treta boa, nota 8,5; “Luvas em viagens” é 7,5.</p>

<p>Agora você quer ver o rebu? Se quer ver carinha de olho cheio de sangue querendo entrar pelo roteador Wi-Fi e pular no pescoço do outro associado, publique como título só três palavras:  “Motociclista e motoqueiro”. A coisa fica feia logo no terceiro post. O fórum é o coliseu dos associados, tem de tudo, amigon!</p>

<p>Tem tópicos para que os motociclistas debatam, concordem, agendem, briguem, lamentem, busquem Deus, reconfortem, troquem informações, fotos e vídeos.Aí tem uma legião de “santos” que geralmente têm a cor do nome diferente e atendem por “moderadores”, que ficam tentando colocar ordem no caos. Também há o chefe da tribo, o “administrador”, que é o suposto cacique da aldeia virtual, cuja função é organizar os moderadores e tomar decisões nesse formigueiro.</p>

<p>Mas nem só de treta vive um fórum. Os tópicos técnicos são de dar orgulho para qualqu<span style="line-height: 1.6em;">er moderador: tem os doutores Frankensteins que fazem testes bizarros, “criam” acessórios com pedaços de pote de margarina, “silver tape” e durepox. É uma usina de criatividade! Há congregações que nasceram através dos fóruns e isso comprova tudo o que falei sobre o desejo primário de participar de um todo. </span></p>

<p>E viva o ser humano, sua alma, e suas máquinas maravilhosas! Keep riding!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários