Card image
Especiais
Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/01/2022
  • Por: Ismael Baubeta

Se você leu a matéria com as 20 motos mais emplacadas em 2021, conheceu os modelos que fazem o grande volume de emplacamentos no Brasil. Logicamente elas são motocicletas mais acessíveis e, muitas vezes, utilizadas para o trabalho.

Mas o Brasil também é um oceano azul para alguns modelos de luxo. Não só o luxo propriamente dito, de conforto e acabamentos diferenciados, mas muitas vezes de desempenho e design.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
Modelos como a Harley-Davidson Road King tem bom desempenho de vendas no Brasil. (Foto: Gustavo Epifânio)

Veja também:
Veja as 20 motos mais vendidas em 2021
Os 5 principais lançamentos de 2021 no Brasil
Vote no Concurso Moto de Ouro e concorra a motos elétricas

Não são motos para qualquer um, mas são boas de vendas

A seguir você vai conhecer alguns dos modelos que custam mais de 100 mil reais que fazem marcas como BMW, Harley-Davidson e Triumph, acreditar e investir no país trazendo com cada vez mais modelos.

Veja, os modelos que listamos aqui estão com as diversas versões somados (quando a moto tem mais de uma versão), exemplo: BMW R 1250 GS, BMW R 1250 GS Adv. E o preço é o sugerido da versão de entrada.

Os números são do relatório da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, a Fenabrave.

BMW

R 1250 GS: A aventureira que está no topo de linha da marca alemã emplacou em 2021 nada menos do que 4.593 unidades.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
A R 1250 GS é a moto mais vendida da BMW no Brasil. (Foto: Divulgação)

S1000 RR: Partindo de R$ 116.900, a superbike alemã foi a esportiva de 1.000 cmᵌ que mais vendeu no Brasil ano passado, com 1.091 unidades registradas.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
A superesportiva alemã é a queridinha dos amantes da motovelocidade no Brasil. A da fotos é pacote M (Foto: Gustavo Epifânio)

Ducati

Panigale V4 S: Mesmo custando quase 40% a mais do que a rival da BMW, a esportiva italiana – que tem o valor de R$ 162.990 na etiqueta – emplacou 164 unidades, 15% do volume da S 1000 RR.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
Em versão equipada com acessórios a Panigale V4S também tem seu público cativo. (Foto: Divulgação)

Streetfighter V4 S: A recém-chegada naked italiana é a mais potente do mercado brasileiro e teve o primeiro lote totalmente vendido antecipadamente. A Fenabrave registrou 43 unidades emplacadas. O seu preço? “Meros” R$ 146.900.

Ducati Streetfighter V4 S
A Ducati Streetfighter V4S é a mais poderosa naked presente no Brasil. (Foto: Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Diavel 1260S (R$ 132.990) e XDiavel S (R$ 124.990): Embora o conceito das duas seja muito próximo e radical, a Diavel é uma naked, já a XDivel, pela posição adiantada das pedaleiras, é uma custom, as duas emplacaram quase a mesma coisa, 127 e 128 unidades respectivamente.

A família Diavel também tem seus admiradores no país. (Foto: Divulgação)

Harley-Davidson

Fat Boy: Custando R$ 107.300, ela é a moto mais emplacada da marca americana. Em 2021 foram 507 unidades.

A H-D Fat Boy é a moto mais vendida da marca norte-americana no Brasil. (Foto: Divulgação)

Ultra Limited: Partindo de R$ 141.000, ela é uma das motos mais completas da Harley. A Ultra Limited esbanja luxo e conforto, e entre as duas versões emplacou 299 unidades, 39 das quais da versão Special Edition, que vale nada menos que R$ 214.500.

HD Ultra Limited
A Ultra Limited é uma moto criada para a estrada e conforto é seu sobrenome. (Foto: Divulgação)

Road Glide Special: Essa H-D também agrada aos brasileiros, com 256 unidades lacradas em 2021. O preço começa em R$ 133.850, mas pode chegar a R$ 142.400 na versão Limited com pintura de dois tons.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil

Honda

CBR 1000RR-R Fireblade: Um dos principais lançamentos do ano passado, a impecável superbike da marca da Asa teve seu primeiro lote dizimado por seus fãs. Foram emplacadas 54 destas motocicletas, cujo preço começa em R$ 159.900.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
A Honda vai fazer frente à suas concorrentes com a nova CBR 1000RR-R Fireblade. (Foto: Honda)

Kawasaki

Ninja ZX-10R ABS / ZX-10R SE (R$ 109.990): A superesportiva da casa de Akashi também é querida por aqui, mas não chega a fazer frente à BMW S 1000RR, mesmo tendo ganhado seis títulos mundiais de Superbikes nos últimos sete anos. Em 2021 ela emplacou 243 unidades entre as duas versões.

Conheça algumas das motos mais caras e que vendem muito no Brasil
A multicampeã do mundial de Superbikes vai bem no Brasil. (Foto: Divulgação)

Triumph

Rocket 3 R: A musclebike inglesa chegou fazendo barulho e com o primeiro lote esgotado logo depois do Salão Duas Rodas de 2019, quando foi apresentada. Teve bom volume de emplacamentos em 2021, lacrou 272 unidades, apesar de seu preço começar em R$ 118.490.

A Rocket 3 é a moto com o maior motor (em capacidade volumétrica) em linha de produção. (Foto: Renato Durães)

Esta é uma pequena mostra de como o Brasil é importante para as marcas que vendem produtos premium.

Conteúdo Recomendado

Comentários