Card image
Especiais
Alta dos combustíveis eleva intenção de compra de motos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/09/2021
  • Por: Willian Teixeira

Em 2021 o preço do litro da gasolina acumula uma alta superior a 30%. E essa disparada nos valores vem elevando a busca por motos, que são veículos mais econômicos e permitem uma mobilidade mais dinâmica nos grandes centros urbanos.

Um estudo realizado pelo marketplace de veículos, imóveis e serviços do Mercado Livre comprova a elevação dessa demanda. De acordo com o levantamento da plataforma, a intenção de compra de motocicletas zero quilômetro cresceu 65% em agosto ante igual período de 2020. Já em relação ao mês de julho o crescimento foi de 21%.

Alta dos combustíveis eleva intenção de compra de motos, sugere estudo

Veja também:
Confira ranking das motos clássicas que mais vendem no Brasil
Com Tripper de série, Himalayan 2022 parte de R$ 20.390
Dafra vai enfrentar Honda e Yamaha com o Cruisym 150

Luciano Avila, Head de Marketplace Motors do Mercado Livre, comenta que além do aumento do preço dos combustíveis, outro fator que pode contribuir para essa demanda é o volume de oferta de produtos. “Identificamos um crescimento de 60% em relação a 2020 e de 13% sobre o mês passado, ou seja, assim como a busca, a quantidade de anúncios também está subindo”, destaca o executivo.

Alta dos combustíveis eleva intenção de compra de motos, sugere estudo

Motos elétricas em ascensão

A pesquisa do Mercado Livre também mostra que o volume de ofertas de motocicletas elétricas 0km aumentou significativamente em relação aos anúncios totais de motos zero, fazendo com que esses modelos ganhassem espaço na procura e na intenção de compra dos usuários em relação aos veículos à combustão.

Analisando os meses de junho e agosto de 2021 e comparando com o mesmo período de 2020, o volume de ofertas de motos elétricas cresceu de 5% para 15 do total de anúncios, ou seja, um ganho de 10 pontos percentuais no volume de classificados.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

“No último ano, além da oferta, vimos a demanda de motos elétricas crescer. Antes estava no patamar 4% do total, subir expressivamente para 19%. Enquanto a intenção de compra saltou para 21%”, frisa o executivo.

Alta dos combustíveis eleva intenção de compra de motos, sugere estudo

Ou seja, a busca e os contatos subiram 15 e 17 pontos percentuais, respectivamente. “Com isso, notamos que as motocicletas elétricas estão ganhando um espaço muito importante na mente dos consumidores, visto que essa demanda aumentou quase cinco vezes no último ano”, completa Avila.

Conteúdo Recomendado

Comentários