Card image
Competições
Yamaha anuncia rompimento imediato com Viñales

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/08/2021
  • Por: Willian Teixeira

Yamaha e Maverick Viñales estão oficialmente separados.

A marca dos diapasões anunciou hoje (20 de agosto) que o piloto espanhol da moto #12 não correrá mais por sua equipe na temporada 2021 da MotoGP.

Yamaha anuncia rompimento imediato com Viñales
Maverick Viñales (Divulgação)

Veja também:
Vem aí uma nova Yamaha R9? Rumores indicam que sim!
Assista ao teaser da nova Triumph Speed Triple 1200 RR
Piloto acelera CBR1000RR-R “normal” e do Britânico de SBK. Assista!

As duas partes já haviam anunciado a antecipação do final do contrato para o término do campeonato de 2021.

Porém, a situação entre piloto e equipe se agravou com a suspensão dada pela Yamaha a Viñales no GP da Áustria.

Nesse meio tempo, a Aprilia se movimentou e anunciou a contratação de Maverick para a temporada 2022 da categoria rainha do Mundial de Motovelocidade.

Yamaha anuncia rompimento imediato com Viñales
Maverick Viñales (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Saída de Viñales provoca “dança das cadeiras” na Yamaha

Até o momento, a Yamaha não divulgou quem substituirá o Top Gun nas corridas restantes da MotoGP 2021. “Ainda será definido”, afirma Lin Jarvis, chefe da equipe.

Porém, o site oficial da MotoGP informa que Cal Crutchlow será o companheiro de Quartararo na próxima prova, em Silverstone, dia 29 de agosto.

Cal Crutchlow (Divulgação)

Para o lugar do britânico, que estava substituindo o lesionado Franco Morbidelli na SRT, foi escalado o também britânico Jake Dixon, piloto da Moto2 na Petronas Sprinta Race. Ele fará sua estreia na categoria rainha do Mundial de Motovelocidade.

Porém, é especulado que Morbidelli assuma a moto de Viñales na equipe de fábrica da Yamaha quando ele estiver apto a retornar à MotoGP.

Jake Dixon (Divulgação/MotoGP)

Maverick Viñales ficou na Yamaha por 4 temporadas e meia, conquistando oito vitórias, 24 pódios e dois terceiros lugares na classificação geral de pilotos de 2017 e 2019.

O chefe da Yamaha lamentou como a história do espanhol na equipe se encerrou, mas destaca que o fim do relacionamento será melhor para ambos.

“Desejamos a Maverick tudo de melhor em seus empreendimentos futuros.”

Em comunicado oficial, o piloto agradeceu a Yamaha e lhes desejou o melhor.

“Sou grato pelo apoio que me deram neste tempo e vou olhar para trás com orgulho dos resultados que alcançamos juntos”, finaliza Viñales.

Maverick Viñales (Divulgação)

Conteúdo Recomendado

Comentários