Card image
Competições
TT da Ilha de Man registra mais dois acidentes fatais

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 07/06/2022
  • Atualizado: 10/06/2022 às 11:38
  • Por: Willian Teixeira

Após o acidente que tirou a vida de Mark Purslow no dia 1º de junho, o TT da Ilha de Man registrou mais duas ocorrências fatais nos últimos dias. 

ATUALIZAÇÃO: A organização do TT da Ilha de Man divulgou uma nota esclarecendo o incidente que vitimou Olivier Lavorel, notícia transmitida de forma aparentemente equivocada. Segundo os organizadores da prova, quem faleceu após a batida do sidecar foi o piloto César Chanal, e não Olivier Lavorel, conforme informado na primeira nota. A organização da prova também destacou que vai usar este equívoco para rever seus procedimentos de identificação para evitar que casos assim voltem a se repetir.

Confira abaixo a nota oficial divulgada pela organização do TT da Ilha de Man corrigindo a informação anterior.

No sábado, dia 4 de junho, durante a volta de abertura da primeira Corrida de Sidecar das TT da Ilha de Man 2022, um acidente envolvendo o veículo número 21 de César Chanal e Olivier Lavorel resultou na morte de um dos concorrentes.

A corrida foi interrompida com a implantação de bandeiras vermelhas em todo o circuito, e a equipe médica partiu imediatamente para o local do acidente. Um dos competidores sofreu ferimentos que o levaram a óbito, enquanto o segundo foi encontrado inconsciente e com ferimentos graves. Ele foi tratado no local e transferido para o Hospital Noble, e depois levado a um hospital especializado em Liverpool para receber tratamento.

Um procedimento de identificação inicial foi conduzido utilizando procedimentos estabelecidos e parece ter resultado numa identificação errada. Acreditamos agora que foi César Chanal que morreu no local do acidente no sábado 4 de junho. Olivier permanece em estado crítico e continua a receber tratamento.

As famílias de ambos os concorrentes foram informadas. Uma revisão aprofundada dos processos relacionados com a identificação dos concorrentes terá lugar no devido tempo. Os nossos pensamentos estão com a família e entes queridos de Olivier e César neste momento verdadeiramente devastador.

Abaixo você confere a matéria que elaboramos com base na primeira nota divulgada pela organização do TT da Ilha de Man:

No sábado, 4 de junho, o francês Olivier Lavorel perdeu a vida aos 35 anos. Ele era passageiro do sidecar pilotado por seu compatriota Cesar Chanal, que sofreu uma colisão com um outro carro na volta de abertura da primeira prova de sua categoria. 

TT da Ilha de Man registra mais dois acidentes fatais

Lavorel era estreante no TT da Ilha de Man e seguia os passos de seu irmão mais velho, Sebastien, que já havia competido na prova de sidecars também como passageiro. Chanal foi levado ao hospital em estado crítico, e até o momento não há novas informações sobre seu estado de saúde.

Segundo os organizadores do TT, César e Olivier eram uma dupla experiente, com inúmeras vitórias e pódios nos Campeonatos Nacionais de Sidecar F1 e F2 da França.

TT da Ilha de Man registra mais dois acidentes fatais

Já na última segunda-feira, dia 6 de junho, o veterano Davy Morgan faleceu aos 52 anos após um incidente na última volta da primeira corrida Supersport desta edição do TT.

O piloto norte-irlandês, que tinha mais de 20 anos de carreira, era um participante assíduo de corridas TT, e fazia sua 80ª largada em uma prova deste perfil. Ele marcou presença em etapas do Manx Grand Prix, Classic TT, Southern 100, North West 200, Ulster Grand Prix, Macau Grand Prix, Oliver’s Mount e Irish National corridas, com inúmeros pódios e vitórias ao longo do caminho.

TT da Ilha de Man registra mais dois acidentes fatais

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Morgan cogitou se afastar das pistas nos últimos anos, mas a pandemia da Covid-19 serviu para lhe mostrar como seria uma vida sem corridas. Em 2020 ele declarou: “Estar longe das competições me deu a chance de refletir sobre o que as corridas de moto significam para mim, então não tenho vontade de me aposentar do esporte, que tem sido uma grande parte do minha vida há 27 anos”.

O TT da Ilha de Man, que é uma das mais tradicionais e perigosas do motociclismo mundial, é realizada desde 1907 na ilha que faz parte do conjunto geográfico das Ilhas Britânicas, que é um arquipélago do noroeste da Europa. A prova ficou sem ser disputada em 2020 e 2021 por causa da pandemia, e foi retomada em 2022. Desde a sua criação, o TT da Ilha de Man já contabiliza mais de 260 mortes.

Nós, da MOTOCICLISMO Brasil, fazemos coro a toda a comunidade do TT da Ilha de Man e do motociclismo mundial e transmitimos as nossas condolências às famílias e amigos de César Chanal e Davy Morgan.

Conteúdo Recomendado

Comentários