Card image
Competições
Tom Sykes deixa time da Kawasaki no Mundial de Superbike

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/07/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 19:06
  • Por: Carlos Bazela

Tom Sykes, Kawasaki, KRT, Muldial de Superbike, SBK, Jonathan Rea, Ninja ZX-10RR, motos, superesportiva, Portugal, competições, corrida, Portimão, autódromo, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, BrnoA Kawasaki Racing Team, time oficial da marca de Akashi no Mundial de Superbike confirmou a saída do piloto inglês Tom Sykes da equipe em 2019, após nove anos de parceria. Campeão Mundial em 2013, Sykes um dos responsáveis por desenvolver a Ninja ZX-10RR, que vem dominando as pistas do campeonato.

“Eu sinto que a hora chegou. É o momento de fazer uma mudança na minha carreira e buscar novos desafios. Ter a motivação para ultrapassar os seus limites e os da sua máquina é ainda mais importante quando se procura a vitória em todas as corridas e sinto que dei tudo o que podia dentro da KRT. Então, eu decidi me afastar da KRT em 2019 e procurar novas metas e desafios. Agora vou me concentrar para terminar no pódio nas últimas quatro rodadas de 2018. Estou determinado a aproveitar minhas corridas e fazer com que este anúncio efetivamente acabe com todas as especulações. O timing dessa grande decisão de carreira nunca é fácil, mas é especialmente difícil, já que minha vida pessoal também enfrenta grandes mudanças. Com relação a isso, sinto que o peso da pressão foi ligeiramente tirado dos meus ombros e tenho certeza de que estarei em plena capacidade em 2019”, disse o piloto.

Tom Sykes, Kawasaki, KRT, Muldial de Superbike, SBK, Jonathan Rea, Ninja ZX-10RR, motos, superesportiva, Portugal, competições, corrida, Portimão, autódromo, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, BrnoEntre os motivos que fizeram Sykes tomar essa decisão, estão problemas pessoais, os quais ele não entrou em detalhes e o relacionamento com seu colega de equipe, Jonathan Rea, tricampeão mundial pela Kawasaki, que, segundo a imprensa internacional nunca foi dos melhores e piorou ainda mais recentemente, após Rea não terminar a etapa de Brno por conta de um toque em Sykes enquanto lutava por uma posição.

Guim Roda, gerente de equipe da KRT, falou sobre a saída de Tom Sykes para 2019 ressaltando questões de família, mas não quer tirar o foco da temporada atual. “Temos tido umas semanas bem ocupadas recentemente e com certeza nós conversamos internamente por muitas horas. Nas etapas mais recentes, a concentração de Tom não foi das melhores, já que ele estava lidando com uma grande decisão – além de alguns assuntos de famiília para resolver – isso levou muito da sua concentração nos últimos dois anos. Espero que esta confirmação final nos dê espaço para terminar o ano da mesma maneira que dominamos em Assen. Temos muito trabalho a fazer até o final do ano, então não é hora de dizer adeus ainda”, finalizou. O campeonato segue agora para Portugal e a próxima rodada acontece entre os dias 14 e 16 de setembro no circuito de Portimão.

Conteúdo Recomendado

Comentários