Card image
Competições
Stoner vence em casa e conquista o MotoGP 2011

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/10/2011
  • Por: admin

<p>No último domingo, 16, Casey Stoner conquistou o título de campeão mundial do MotoGP  2011, na Austrália. Com a quinta vitória consecutiva, o piloto da Repsol Honda garantiu o caneco para a equipe na categoria 800 cc. Com a vitória em Phillip Island, o australiano chegou aos 325 pontos, contra 260 de Lorenzo e 212 do italiano Andrea Dovizioso.<br />
<br />
Após sofrer uma lesão no warm up na parte da manhã, Lorenzo não pôde participar da prova e fez com que Stoner precisasse apenas de 10 pontos para vencer o campeonato. Porém, em seu melhor estilo, o australiano chegou a abrir distância de até sete segundos e subiu ao pódio na primeira colocação. Em segundo lugar na corrida, Simoncelli subiu ao pódio ao lado de Dovizioso, que ficou em terceiro.<br />
<br />
Feliz com o melhor presente que poderia ter ganhado no dia de seu aniversário, Stoner comentou o acidente de Lorenzo: "Esse tipo de lesão, não é agradável, especialmente nas mãos, que é o que temos para trabalhar com a moto. Mas eu falei com o Jorge e ele está em bom estado. Os meus pensamentos vão para ele" (no acidente, o espanhol perdeu parte do dedo anelar da mão esquerda).<br />
<br />
Com os dados obtidos após a vitória de Stoner, a equipe Honda conquistou o seu 60º Campeonato do Mundo de Construtores. Com o título de pilotos nas mãos de Stoner, a Honda vê seus outros dois pilotos, Andrea Dovizioso e Dani Pedrosa, lutarem pelo terceiro lugar no Campeonato. O italiano mantém a terceira posição a quatro pontos de vantagem sobre de Dani, que é o quarto.<br />
<br />
Para finalizar, Stoner não poupou agradecimentos: "Creio que ninguém podia planejar as coisas de forma melhor do que correram hoje! A corrida foi incrivelmente difícil, as condições estavam muito duras. Consegui construir uma vantagem no início, assim que vi que vinha chuva, mas não tinha certeza se isso seria confirmado. Basicamente rodei contra uma parede de chuva, não houve qualquer tipo de aviso na zona oposta do circuito e quando entrei para a última curva a água caiu com força. Quase perdi o controle. Consegui manter a direção e gerir a vantagem, e felizmente levei a moto até ao final para vencer, mas foi um pouco enervante. Tenho muita pena pelo acidente do Jorge nesta manhã, ele é um grande rival e creio que se tivesse corrido hoje aqui, as coisas talvez não se desenrolassem como desenrolaram. Espero que a operação dele corra bem. Não tenho como agradecer a todos, à minha equipe, à Repsol, a todos os nossos patrocinadores, a todos os que trabalharam tão arduamente durante todo o ano, obrigado!"</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários