Card image
Competições
Rally Rota Sul, de volta após 15 anos, larga nesta sexta

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/12/2019
  • Atualizado: 06/12/2019 às 8:08
  • Por: Willian Teixeira

O Rally Rota Sul volta a ser realizado após 15 anos, com largada nesta sexta-feira em Pelotas e chegada no sábado em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. A prova marca o encerramento da temporada 2019 do Sertões Series, competição equivalente ao Brasileiro de Cross-Country. Os competidores vão passar por 1.100 quilômetros de percurso, sendo 725 deles em trechos cronometrados.

Nesta sexta-feira os pilotos farão um percurso de 576 quilômetros, sendo 90 para o deslocamento inicial, 428 de especiais e 57 do deslocamento final, sendo que todo o trajeto será na região de Pelotas. Já no sábado, dia de encerramento do Rota Sul, eles vão percorrer 524 quilômetros, com 97 de deslocamento inicial, 297 de especiais e 130 de deslocamento final rumo a Porto Alegre.

Rota Sul começa nesta sexta e termina sábado. Prova volta após 15 anos (Doni Castilho)

Veja também:
Triumph Tiger 900 é revelada na Europa
Yamaha Ténéré 700: ela está de volta
As novidades da Honda mostradas no Salão Duas Rodas

Um grid de 66 máquinas, entre Carros, Motos e UTVs desembarcou na Associação Rural de Pelotas, onde fica a “Vila Sertões”, zona dos boxes, da direção de prova e dos briefings de pilotos e mídia. Três campeões do Sertões em 2019 estão confirmados para a disputa do Rota Sul: Denísio Nascimento e Idali Bosse nos UTVs e Tunico Maciel nas Motos.

Público poderá acompanhar o rali de perto (Doni Castilho)

Entre as motos, a Honda Racing vai com força máxima para o Rally Rota Sul. Além de Tunico Maciel, também participam o multicampeão do Sertões, Jean Azevedo, o gaúcho Gregório Caselani e o paulista Bissinho Zavati.

Já a Bianchini Power Husky será representada por dois pilotos nas motos: Marcos Colvero, na categoria Over 45, e Jennifer Wittmann, pela categoria Marathon. Ele vai de Husqvarna FE 450, enquanto ela compete de KTM 350 EXC. Além de Jennifer, outra mulher também disputa a prova: Líbera Costabeber também compete entre as motos, pela equipe Líbera Racing Team, com uma Honda CRF 250.

Quem também marca presença na prova é o gaúcho Rami Sfredo, que foi premiado como herói dos Sertões por completar a prova com o pulso fraturado.

Piloto da casa, Jenifer Colveiro compete na categoria Marathon (Divulgação)

CEO da Dunas, empresa que organiza o Sertões, Joaquim Monteiro afirma que voltar ao Rio Grande do Sul é motivo de orgulho, além de servir para mostrar atrações turísticas do estado e dar assistência para a população carente com o projeto social S.A.S (Saúde e Alegria no Sertões). “Os fãs do automobilismo e das paisagens magníficas que só encontramos no extremo sul do país vão ganhar um presente”, comenta o executivo.