Card image
Competições
Quem vencerá o Dakar 2016 nas motos?

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 29/12/2015
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Depois de anunciar aposentadoria em 2015, Marc Coma, piloto pentacampeão do Rally Dakar nas motos, abriu caminho para novos nomes vencerem o Dakar em 2016. São pelo menos nove pilotos candidatos ao título de campeão da 38ª edição da competição, <strong>que terá largada no dia 2 de janeiro, em Buenos Aires</strong>, e chegada no dia 16 em Rosário, na Argentina. A prova também passará pela Bolívia.</span></p>

<p><img alt="Piloto KTM, Marc Coma seria o favorito em 2016, mas, se aposentou em 2015, após vencer pela quinta vez o Dakar" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_marc_coma_ktm_dakar_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>Nos mais de 9 000 quilômetros de percurso, sendo cerca de 4 000 de trechos cronometrados, pilotos vão enfrentar altas temperaturas e grandes altitudes, além do desafio de decifrar a planilha projetada por Coma, agora diretor de prova do Dakar.</p>

<p><img alt="Até cruzar o Salar de Uyuni, Joan Barreda era o favorito em 2015 a vencer o Dakar. Vencerá agora sem Coma e mais experiente?" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/barredalargada8etapatexto_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /><br />
O português Paulo Gonçalves (Honda) e o australiano Toby Price (KTM) ficaram com a segunda e terceira colocações, respectivamente, na última edição da prova (2015) e são grandes promessas para 2016. Conterrâneos de Gonçalves, Helder Rodrigues (Yamaha) e Ruben Faria (Husqvarna) acumulam subidas ao pódio e colecionam títulos mundiais em outras provas. O espanhol Joan Barreda (Honda) também se destacou, era cotado como favorito e deu trabalho a Coma nas primeiras etapas da competição, em 2015, mas, teve problemas no motor da sua moto e ficou pelo caminho… Jordi Viladoms (KTM), do mesmo país, foi vice-campeão em 2014.<br />
<br />
Pela França, David Casteu (KTM) e Oliver Pain (KTM) entram na briga. O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna) é o representante da América do Sul entre os favoritos após vencer uma etapa e ficar em quarto na classificação geral da última edição. O nosso representante no Dakar nas motos é o experiente Jean Azevedo (Honda), que vai para seu 18° Dakar. Boa sorte Jean!</p>

<p> </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários