Card image
Competições
Por coronavírus, etapas da MotoGP são canceladas

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 02/03/2020
  • Por: Willian Teixeira

A epidemia do coronavírus forçou o cancelamento de duas etapas da MotoGP, no Catar e na Tailândia, as primeiras da temporada 2020 do Mundial de Motovelocidade. Conhecido por COVID-19, ele originou-se na China e já afetou mais de 80 mil pessoas em todo o mundo, com mais de 2.900 mortes em 64 países.

A prova do Catar, marcada para este domingo, dia 8 de março, foi parcialmente adiada por conta de restrições impostas pelo governo local, que vetou a entrada no país de passageiros vindo de destinos onde há casos da doença.

Maverick Viñales, da Yamaha, liderou testes da MotoGP no Catar (Divulgação)

Como grande parte do circo da MotoGP tem suas instalações na Itália, um dos locais onde há mais ocorrências da doença, a organização optou por cancelar a prova da categoria rainha do Mundial de Motovelocidade.

Moto3 e Moto2, que já estavam em Doha realizando testes no circuito de Losail, não terão suas provas adiadas, assim como a Idemitsu Asia Talent Cup, que terá suas duas corridas realizadas normalmente neste final de semana.

Marc Márquez durante testes da MotoGP no Catar, em fevereiro (Divulgação)

O governo tailandês também adotou medida semelhante por causa do surto do coronavírus, provocando o adiamento do GP da Tailândia. Programado para 22 de março, o evento, que seria realizado em Buriram, terá sua organização reavaliada pela Dorna e pela Federação Internacional de Motociclismo, que vão definir se a prova será remanejada para o final do ano ou cancelada.

Com os adiamentos, a temporada 2020 da MotoGP deve começar dia 5 de abril, com o GP das Américas, em Austin (Texas), nos Estados Unidos.

Veja também:
MotoGP: fábricas apresentam equipes oficiais para 2020
Marc Márquez e Honda juntos por mais quatro anos
Honda CB 500F e CB 500X diminuem similaridades