Card image
Competições
Paschoalin vai competir no Pikes Peak de MT-07

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 10/03/2016
  • Por: admin

<p>Depois de estabelecer um marco no motociclismo nacional como primeiro brasileiro no Troféu Turista da Ilha de Man (TT Isle of Man), uma das competições mais tradicionais e perigosas do mundo, o piloto Rafa Paschoalin, de 32 anos, se prepara para uma subida de montanha extrema no Pikes Peak International Hill Climb. </p>

<p>Paschoalin será o primeiro latino americano a participar da prova, também conhecida como ‘Corrida Para as Nuvens’, que acontece dia 28 de junho em Colorado Springs, no Estado de Colorado, Estados Unidos.</p>

<p><img alt="Após acelerar a nova YZF-R1 no TT Ilha de Man, Paschoalin levará a Yamaha MT-07 para o Pikes Peak" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/rafael_paschoalin_motociclismo.2__620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">O Pikes Peak é realizado desde 1916, por isso, comemora 100 anos nesta edição. Nesse último século o traçado original, com cerca de 20 km e 156 curvas começou sem pavimento e por muitos anos foi misto, com trechos de asfalto e de terra. Desde que o percurso foi todo pavimentado, os recordes de tempo na subida da montanha abaixaram muito. Na prova, os pilotos largam a mais ou menos 2300 m de altitude e cruzam a linha de chegada a mais de 4300 m, onde o ar rarefeito castiga máquinas e pilotos.</span></p>

<p>"O Pikes Peak é uma competição incrível e desconhecida pela maioria dos brasileiros. Apenas 100 competidores, 67 carros e 33 motos ou quadriciclos são aceitos. A subida de montanha tem 156 curvas e decorar cada uma delas é mais difícil do que aprender o circuito da Ilha de Man. Sempre quis participar desta prova e conquistar esse feito na edição de 100 anos será especial", comenta Paschoalin. </p>

<p><img alt="Yamaha MT-07 foi a escolhida para o desafio do Pikes Peak" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/yamaha.mt07_.motociclismo_.pikes_.peak_.2016__620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" />A oportunidade para participar com a Yamaha MT-07 surgiu com a mudança do regulamento para essa edição, que a partir de agora não aceita mais motocicletas com semiguidões, ou seja, são aceitas apenas motos que tenham originalmente o guidão sobre a mesa. "A <strong><a href="http://www.motorpress.com.br/moto/testes/testes-testes/yamaha-mt-07-tem-baixo-custo-e-muito-beneficio"><span style="color:#FF0000;">Yamaha MT-07</span></a></strong> é a escolha natural para esse tipo de prova, o torque abundante será útil nas saídas de curva, o baixo peso e curta distância de entre-eixos colaboram para a ótima dirigibilidade", explica Paschoalin. </p>

<p>Paschoalin destaca que entre as dificuldades que irá enfrentar estão a falta de referências para gravar a sequncia interminável de curvas e de treinos, o que dificultam a memorização e aprendizado. "Passar horas assistindo a vídeos onboard pode ser a chave para o sucesso em um evento tão peculiar", concluiu o piloto oficial Yamaha.</p>

<p>Não tem noção ainda do que se trata o Pikes Peak? Veja este vídeo que mostra o percurso completo da subida de uma Kawasaki ZX-10R na prova. Aumente o volume!</p>

<p><iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="349" src="https://www.youtube.com/embed/Quf-vWRMBvY" width="620"></iframe> </p>

<p>Para ler a avaliação completa da Yamaha MT-07, <strong><a href="http://www.motorpress.com.br/moto/testes/testes-testes/yamaha-mt-07-tem-baixo-custo-e-muito-beneficio"><span style="color:#FF0000;">clique aqui.</span></a></strong></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários