Card image
Competições
Conheça os campeões do Paranaense de Motocross

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/12/2019
  • Por: Willian Teixeira

O Campeonato Pro Tork Paranaense de Motocross de 2019 teve sua última etapa realizada no final de semana dos dias 7 e 8 de dezembro na cidade de Nova Aurora, a cerca de 520 quilômetros da capital Curitiba. A disputa também foi válida pelas últimas etapas do Sul-Brasileiro e da Copa Oeste da modalidade.

Pepe Bueno assegurou o título da categoria principal, a MX1, vencendo a corrida de sua classe ao fazer uma incrível prova de recuperação. Ele caiu na largada e foi para a última colocação, mas conseguiu ser o primeiro a cruzar a linha de chegada. “Fui imprimindo um ritmo forte e ganhando posições até receber a bandeira quadriculada em primeiro. Estou muito feliz por ser campeão estadual outra vez”, afirma.

Pepe Bueno conquistou o título da categoria principal, a MX1 (Racecross)

Veja também:
Gregório Caselani é campeão do Rota Sul nas motos
Multicampeões, Hamilton e Rossi trocam suas máquinas
Pro Tork Tatu na Lama reúne mais de 2 mil trilheiros

De acordo com o presidente da Federação Paranaense de Motociclismo, Gilberto Rosa, o evento fechou a temporada 2019 com chave de ouro. “Foi uma grande festa, os pilotos mandaram ver e o público vibrou bastante a cada prova”, comenta o dirigente.

Willian Guimarães conquistou o título da categoria MX45 (Anderson Wolff/Racecross)

Algumas classes do Paranaense de Motocross já haviam sido definidas por antecipação. Garantiram o caneco na rodada anterior: Rafael Faria – MX2, Matheus Zolet – Light, João Vitor Vargas – Junior, Otavio Pedro – 150cc, Claudiney Guasti – MX50 e Willian Guimarães – MX45, MX4 e MX3. Zolet ainda foi campeão da Intermediária Especial ao finalizar a corrida em quinto.

Nas demais, as taças foram erguidas por: Vinícius Chagas ao vencer a Intermediária Nacional; Tayna Zolet com o segundo lugar na prova da MXF; Fabio Brito ao ser o quarto na Força Livre Nacional; Matheus Oliveira com a segunda posição na Minimotos; e Eduardo Volpato ao ser o terceiro na 65cc.