Card image
Competições
O retorno do campeão

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/07/2015
  • Por: admin

<p>Neste domingo, dia 12, foi realizada em Sachsenring, na Alemanha, a nona etapa da temporada de 2015 do Mundial de Motovelocidade. O circuito tem 3,7 km de extensão, com 10 curvas para esquerda e 3 para a direita. Confira como foram as corridas nas três categorias do campeonato.</p>

<p><strong>Moto3</strong><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Danny Kent (#52), o atual líder e favorito ao título, tinha a pole, mas foi Karel Hanika que entrou na primeira curva liderando o grupo, mas antes mesmo do fim da primeira volta, Kent assumiu a liderança e as sucessivas trocas de posições, típicas na Moto3, ficaram apenas a partir da segunda posição. Faltando 21 voltas, o novato Fabio Quartararo (#20) caiu na saída da última curva do circuito e abandonou a prova – mostrando que ainda precisa evoluir para se manter entre os primeiros na competitiva Moto3. Danny Kent se manteve na ponta e cruzou a linha de chegada, com imensos 7s554 de vantagem sobre Efren Vasquez, seu colega de equipe, com Enea Bastianini em terceiro.</span></p>

<p><img alt="Danny Kent (#52) continua com impressionante regularidade na Moto3" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_moto3_danny_kent_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><strong>Moto2</strong><br />
<span style="line-height: 1.6em;">A pole foi de Johann Zarco (#5), líder da temporada, mas foi o terceiro no grid, Franco Morbidelli (#21), que largou na frente. Após algumas voltas, em uma confusão na curva 1 do circuito, Zarco assumiu a liderança, passando de uma só vez, Xavier Simeon (#19) e Morbidelli, que manteve-se muito próximo de Zarco, mas começou a perder rendimento e foi superado por Simeon faltando 9 voltas, ficando em terceiro. Simeon, que nunca venceu uma corrida no Mundial, conseguiu a ultrapassar Zarco faltando 4 voltas.</span></p>

<p><img alt="Franco Morbidelli (#21), piloto ítalo-brasileiro ficou muito perto do primeiro pódio na Moto2" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_moto2_franco_morbidelli_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Na última volta, Zarco tentou superar Simeon, que se segurou na primeira posição e merecidamente venceu. Simeon foi o terceiro piloto belga a vencer no Mundial, a primeira vitória desde 1983. Morbidelli que fazia uma ótima corrida e estava próximo do seu primeiro pódio da carreira, errou na última curva da última volta, quando era pressionado por Tito Rabat (#1), caiu e acabou levando Rabat junto, que tentava a ultrapassagem por fora. Uma lástima! Rabat, o atual campeão da Moto2, que não faz uma boa temporada, havia operado o ombro uma semana antes…  Alex Rins (#40), que largou em 12º, finalizou no pódio em terceiro – e está sendo cotado para substituir Dani Pedrosa na equipe Repsol Honda na MotoGP.</p>

<p><img alt="Com ótimo desempenho, Xavier Simeon (#19) conquistou a vitória na Moto2" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_xavier_simeon_moto2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><strong>MotoGP</strong><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Desde o primeiro treino livre, as Honda de Marc Márquez (#93) e Dani Pedrosa (#26) mostraram superioridade sobre as Yamaha de Jorge Lorenzo (#99) e Valentino Rossi (#46). Com pole – e novo recorde – de Márquez, foi Lorenzo que largou na frente, mas perdeu rendimento e foi superado por Márquez, Pedrosa e Rossi. Márquez ditou o ritmo e sem sofrer ameaça dos rivais, conquistou a segunda vitória na temporada desde Austin, no Texas. Dani Pedrosa ficou em segundo lugar, superando Valentino Rossi finalizou em terceiro, e aumentou em três pontos (13 no total) a vantagem que tinha sobre Jorge Lorenzo, o quarto colocado na prova e segundo lugar na classificação geral da MotoGP.</span></p>

<p><img alt="Valentino Rossi não conseguiu superar Dani Pedrosa e finalizou em terceiro, mas segue líder na MotoGP" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_dani_pedrosa_valentino_rossi_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Há 17 anos, os números mostram que quem sai da Alemanha liderando a temporada, é campeão. Neste ano, o piloto nessa posição é Valentino Rossi, com 179 pontos. Márquez conseguiu seis vitórias consecutivas seguidas saindo da pole e cinco pilotos não concluíram a prova, incluindo Andrea Dovizioso… Que caiu muito de rendimento após um ótimo começo de ano com a Ducati GP15, enquanto Andrea Iannone tem se mantido no primeiro pelotão.</p>

<p><img alt="Marc Márquez (#93) conseguiu voltar a ter ótimo desempenho com o chassi de 2014 na Honda RC213V" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_marc_marquez_honda_motogp_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Uma curiosidade: A GoPro foi a patrocinadora da etapa, e no pódio, as câmeras da marca estavam registrando tudo, fixadas nos troféus (no modelo mais recente), nas garrafas de champagne e até nas paddock girls presentes no pódio! </p>

<p>Após o GP da Alemanha, os pilotos tem uma pausa de quase um mês, com o GP de Indianápolis, no dia 9 de agosto, quando começa a segunda parte do campeonato, onde o histórico mostra que as Yamaha de Jorge Lorenzo e Valentino Rossi tem melhor desempenho. Façam suas apostas!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários