Card image
Competições
Mundial de Superbike começa neste fim de semana

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/02/2020
  • Atualizado: 28/02/2020 às 12:11
  • Por: Willian Teixeira

A 33ª edição do Mundial de Superbike começa neste final de semana, na Austrália. Serão 19 pilotos de 11 países e cinco marcas diferentes (BMW, Ducati, Honda, Kawasaki e Yamaha) brigando pelo título mundial, que ficou com Jonathan Rea e Kawasaki nas últimas cinco edições.

Além do atual pentacampeão Rea, outros quatro pilotos também vão correr este ano com a ZX-10 RR da Casa de Akashi: o britânico Alez Lowes, companheiro de Rea na Kawasaki Racing Team, o espanhol Xavi Fores (Kawasaki Puccetti Racing), o alemão Sandro Cortese (OUTDO Kawasaki TPR), e o chileno Maximilian Scheib (Orelac Racing VerdNatura).

Jonathan Rea e Kawasaki: casamento que já rendeu cinco títulos (Divulgação)

a Honda traz Álvaro Bautista, vice-campeão da última temporada com a Ducati, como principal novidade para este ano. A marca não conquista o título desde 2007 com James Toseland, e aposta no espanhol para voltar a sagrar-se campeã. Ele terá como companheiro de equipe o britânico Leon Haslam. Também usa a CBR 1000RR-R o japonês Takumi Takahashi, da MIE Racing.

Atual vice-campeã entre os construtores, a Ducati manteve o britânico Chaz Davies e trouxe o compatriota Scott Redding para a vaga que era de Bautista em  2019. Além das Panigale V4R que pertencem ao time de fábrica, o Aruba.it Racing, também vão correr com ducatis o britânico Leon Camier (Barni Racing Team) e o italiano Michael Rinaldi (Team Goeleven).

Álvaro Bautista e Leom Haslam, pilotos Honda do Mundial de Superbike 2020
Bautista e Haslam aceleram a CBR 1000RR-R da equipe de fábrica da Honda em 2020 (Divulgação/Mundo Press)

Assim como a Kawasaki, quem também terá cinco motos na temporada 2020 do Mundial de Superbike é a Yamaha. A principal novidade do time de Iwata é o turco Toprak Razgatlotioglu, que fez uma boa temporada em 2019 com a Kawasaki. Ele será companheiro do holandês Michael Van der Mark na equipe oficial, a Pata Yamaha WSBK with Rizla. As outras três YZF-R1 deste ano serão conduzidas pelo italiano Federico Caricasulo e pelo norte-americano Garrett Gerloff, ambos da GRT Yamaha WorldSBK Junior Team, e pelo francês Loris Baz, da Ten Kate Racing.

Falando em Yamaha, o Brasil terá três pilotos com motos da Casa de Iwata no Mundial Supersport 300: os irmãos Meikon e Ton Kawakami e Felipe Macan vão competir com a YZF-R3 na categoria de apoio do Mundial de Superbike.

Ton Kawakami segue no Mundial Supersport 300
Ton Kawakami segue na Yamaha no Mundial Supersport 300 (Divulgação)

Veja também:
CBR1000RR-R Fireblade: tecnologia da MotoGP para vencer o WSBK
Ducati Superleggera V4: uma das 500 unidades pode ser sua
Pro Tork mantém subsidio a inscrições em eventos off-road no PR

A BMW fecha o grid da temporada 2020 do Mundial de Superbike. Aceleram a máquina alemã S 1000 RR o britânico Tom Sykes e o irlandês Eugene Laverty.

Calendário 2020 do Mundial de Superbike

A temporada 2020 começa neste final de semana em Phillip Island, na Austrália. Depois segue para o Catar entre 13 e 15 de março. A terceira etapa será na Espanha, em Jerez, de 27 a 29 de março.

Scott Redding substitui Bautista na Ducati em 2020 (Divulgação)

Assen, na Holanda, recebe a 4ª etapa do campeonato entre 17 e 19 de abril. Na sequência, os pilotos seguem para Imola, na Itália, onde correm de 8 a 10 de maio. No final do mês eles retornam à Espanha para a 6ª etapa, em Aragón, de 22 a 24 de maio. Em seguida eles correm novamente na Itália, agora no circuito de Misano, de 12 a 14 de junho.

Yamaha YZF-R1 do Mundial de Superbike
Michael van der Mark e Toprak Razgatlioglu são os pilotos da equipe oficial da Yamaha na temporada 2020 do Mundial de Superbike (Divulgação)

Na sequência, o Mundial de Superbike desembarca na Inglaterra entre 3 e 5 de julho para a 8ª etapa, em Donington Park. No final do mês eles vão à Alemanha, em Oschersleben, onde ficam de 31 de julho até 2 de agosto. A 10ª etapa será em Portugal, no circuito de Algarve, de 4 a 6 de setembro. Na reta final, o certame volta à Espanha pela terceira vez na temporada para correr no circuito da Catalunha, de 18 a 20 de setembro.

BMW S 1000 RR para o Mundial de Superbike
Tom Sykes e Eugene Laverty aceleram a BMW S 1000 RR na temporada 2020 (Divulgação)

A  12ª etapa será realizada na França, no circuito de Magny-Cours, de 25 a 27 de setembro, e a temporada se encerra na Argentina, de 9 a 11 de outubro, em San Juan Villicum. Será que Rea segue reinando, ou teremos novidades este ano? Vamos acompanhar e ver o que acontece!