Card image
Competições
MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título

13 Minutos de leitura

  • Publicado: 22/09/2020
  • Por: Leo Pereira

A MotoGP, principal categoria do Mundial de Motovelocidade, este ano está vendo uma competição acirrada como há tempos não se via.

O campeonato está totalmente aberto e, literalmente, 11 pilotos têm chances reais de conquistar o título da MotoGP. A cada prova várias surpresas na constelação de estrelas que parecia apagada antes da lesão de Marc Marquez. Parece que as férias forçadas de Marc fizeram os demais pilotos querer aproveitar a chance sem o “chefe” nas pistas para brilhar.

Veja também:
Pilota crava recorde de velocidade com LiveWire. Assista!
Morbidelli vence pela primeira vez na MotoGP
Miguel Oliveira vence pela primeira vez na corrida 900 da MotoGP

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Disputas na MotoGP empolgaram e, finalmente Viñales venceu.
(Foto: Divulgação MotoGP)

A corrida “Misano 2” que aconteceu este final de semana no tradicional Circuito Marco Simoncelli na Italia e representou para o mundial de motovelocidade, a oitava etapa das categorias Moto2 e Moto3, a quinta Etapa para a MotoE e a sétima etapa da categoria rainha, a MotoGP.

O Circuito Marco Simonchelli “Misano World Circuit Marco Simoncelli” teve sua inauguração em 1972, fica localizado perto da cidade de Misano, no Mar Adriático na Riviera de Rimini e o traçado foi reasfaltado, o que ajudou os pilotos a baterem recordes de tempo de volta.

Categorias

MotoE
O final de semana em Misano começou muito bom para o Brasileiro Eric Granado que quebrou o record da pista e ficou com a P1 no primeiro dia. Já na E-pole, Granado fez um classificatório mais “conservador” ficando com um P4, evitando o que havia acontecido na corrida da semana anterior (melhor volta, recorde do circuito e penalização por exceder os limites da pista, largando no final do grid).

Corrida 1
Na largada, Eric acabou perdendo duas posições caindo para a sexta posição. Sabendo que tinha um ritmo muito bom para chegar no ponteiro e disputar o primeiro lugar na corrida, Eric ultrapassou Mattia Casadei já na segunda volta. Em uma ultrapassagem agressiva por dentro do piloto Xavier Simeon, Eric perdeu a frente de sua motocicleta, caiu e levou com ele o piloto Belga.

A corrida foi bastante disputada entre os ponteiros e liderada pelo piloto Italiano Matteo Ferrari. Na última volta, na penúltima curva, o piloto suíço Dominique Aegerter fez uma ultrapassagem perfeita em Ferrari e passou em primeiro a linha de chegada!

Corrida 2
Como o piloto Eric Granado não terminou a corrida 1, conforme as regras da MotoE, teve que largar nas últimas colocações do grid, em 16º lugar. A primeira volta de Eric foi impecável, fez boas ultrapassagens e completou a volta na décima posição. Durante a corrida, continuou fazendo uma linda prova de recuperação e terminou na sétima posição.

Matteo Ferrari assumiu a primeira colocação ainda na primeira volta e com a queda de Aegeter, fez uma corrida tranquila e se consolidou na liderança do campeonato. O Italiano Mattia Casadei terminou a corrida em segundo e o Espanhol Jordi Torres em terceiro.

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOE APÓS 5 ETAPAS
1             Matteo FERRARI –  ITA – 86
2             Dominique AEGERTER – SWI – 82
3             Jordi TORRES – SPA – 79
4             Mattia CASADEI – ITA – 71
5             Eric GRANADO – BRA – 43
6             Niccolo CANEPA – ITA – 42
7             Xavier SIMEON – BEL – 37
8             Mike DI MEGLIO – FRA – 35
9             Alex DE ANGELIS – RSM – 29
10           Lukas TULOVIC – GER – 28

Moto3

A corrida 2 da Moto3 em Misano além de eletrizante e com dezenas de trocas de posições, teve como destaque, o Japonês da Honda Ai Ogura que saiu da décima segunda posição para terminar em terceiro. A primeira vitória da Husqvarna e a primeira vitória de Romano Fenati após sua volta por ter cumprido uma suspensão por atitude antidesportiva em 2018.

Para quem não se lembra, Fenati sofreu uma punição em 2015 por uma ocorrência na categoria Moto3 e, em 2018 na Moto2, ao ultrapassar o piloto Stefano Manzi, ele apertou o freio dianteiro da moto do seu seu adversário, quase ocasionando um acidente.

Por essa atitude Fenati tomou uma bandeira preta, foi mandado embora da equipe Marinelli Rivacold Snipers e, por pouco, não foi banido para sempre do esporte! Já havia visto de tudo nas pistas em campeonatos profissionais, mas esta foi a atitude mais covarde que já vi dentro de uma corrida em um evento desta importância.

Porém, tudo indica que o italiano aprendeu a lição e, após cumprir suepensão, Fenati regressou à Moto3 mostrou que está voltando à velha forma. Esperamos que tenha aprendido a lição! Atrás de Fenati, ficou o também Italiano Celestino Viette e o Japonês Ai Ogura.

CLASSIFICAÇÃO DA MOTO3 APÓS 8 ETAPAS
1             Albert ARENAS – SPA – 119
2             Ai OGURA – JPN – 117
3             John MCPHEE – GBR – 98
4             Celestino VIETTI – KTM – ITA – 86
5             Tatsuki SUZUKI – JPN – 75
6             Tony ARBOLINO – ITA – 75
7             Gabriel RODRIGO – ARG – 63
8             Jaume MASIA – SPA – 61
9             Raul FERNANDEZ  – SPA – 61
10           Romano FENATI – ITA – 47

Moto2

A corrida da Moto2 foi marcada pelas diversas mudanças de condições de pista devido à chuva. A prova começou com pista seca, Xavi Vierge faz uma boa largada, pulou para primeiro já na primeira curva e começou uma bela “briga” entre os seis primeiros colocados!

Na volta 6, é mostrada a bandeira de pista molhada (branca com um “x” vermelho) e na volta 7 é dada a bandeira vermelha devido às más condições do asfalto (pista unida e motocicletas com pneus “slick”).

  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
  • MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título

Após uma espera para ver as condições de pista, a chuva para e é dada uma nova largada 16 minutos depois. No momento em que os pilotos estavam alinhados para a relargada, começa a chover novamente e a corrida é adiada mais uma vez. 20 Minutos depois, é dada uma nova largada para uma corrida, que teve 10 voltas.

Enea Bastianini ultrapassa Vierge na largada e fecha a primeira volta em primeiro. O piloto Alemão Marcel Schrotter, que não figurava entre os 6 primeiros na primeira corrida, travou uma disputa com Vierge pelo terceiro lugar, se chocaram, e quem se deu mal foi o piloto Espanhol.

Enquanto isso, Bastianini manteve a liderança até o final da corrida e ganhou a corrida 2 de Misano na categoria Moto2 com autoridade, seguido por Bezzecchi, em segundo, e o britânico Sam Lowes, em terceiro.

CLASSIFICAÇÃO DA MOTO2 APÓS 8 ETAPAS
1             Luca MARINI – ITA – 125
2             Enea BASTIANINI – ITA – 120
3             Marco BEZZECCHI – ITA – 105
4             Sam LOWES – GBR – 83
5             Jorge MARTIN – SPA – 79
6             Tetsuta NAGASHIMA – JPN – 68
7             Xavi VIERGE – SPA- 59
8             Aron CANET – SPA – 53
9             Thomas LUTHI – SWI – 52
10           Marcel SCHROTTER – 48

MotoGP

Durante os treinos livres do final de semana, quem mais mostrou os dentes e parecia ter mais ritmo de corrida inicialmente foi o Quartararo, que fez um P1 no FP1, depois o piloto Italiano da Ducati, Peco Bagnaia, cravou o melhor tempo no FP3 e no FP4 com Joan Mir melhorando a cada treino. Mas no Q2, quem cravou mais uma vez a Pole, foi Maverick Viñales com 1’31.077. A diferença para o 11º colocado, Joan Mir, foi de pouco mais de 0,5 segundo.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Maverick Viñales (#12), Joan Mir (#36) e entre eles Alex Rins (#42)
(Foto: Divulgação MotoGP)

Francesco Bagnaia largou bem, assumiu a ponta logo na primeira curva, mas Viñales tomou a posição na sequência e assumiu a ponta. Aleix Espargaró perdeu a frente na curva 8, caiu e bateu em Morbidelli, que por muito pouco não foi ao chão!

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Maverick Viñales (#12) e Valentino Rossi (#46) que acabou caindo.
(Foto: Divulgação MotoGP)

Valentino Rossi e Brad Binder caíram já na segunda volta em curvas diferentes. Bagnaia assumiu a ponta em uma bela ultrapassagem em Viñales na sexta volta e começou a abrir vantagem volta a volta.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Morbidelli (#21) observa Viñales (#12).(Foto: Divulgação MotoGP)

Faltando sete voltas para a bandeirada, o Italiano cai na curva seis, com isto, Viñales assume a liderança com 4 segundos para Pol Espargaró que era seguido de muito perto por Quartararo.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Bagnaia liderou boa parte da prova, mas escorregou e abandonou a prova.
(Foto: Divulgação MotoGP)

O grande destaque da corrida foi Joan Mir que largou em 11º e foi escalando o pelotão até que superou Quartararo e Pol Espargaró nas voltas finais e terminou a prova na segunda colocação. O francês da SRT Yamaha também ultrapassou o espanhol da KTM, mas foi penalizado por ultrapassar os limites da pista e perdeu uma posição e o lugar no pódio. Sendo assim, ficamos com Viñales em primeiro, Mir em segundo e Espargaró em terceiro.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Joan Mir escalou o pelotão, saiu em 11° e terminou na 2ª colocação. (Foto: Divulgação MotoGP)

Quem também se destacou na prova foi Alex Márquez, que terminou a corrida em sétimo, sua melhor posição em sua primeira temporada com a Honda na categoria rainha do Mundial de Motovelocidade.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Alex Márquez, seguido pelo lider da temporada, Dovizioso. Piloto da Honda foi o 7º, sua melhor posição na MotoGP. (Foto: Divulgação MotoGP)

Analise

Com o final da corrida 2 em Misano, chegamos à metade do Campeonato da MotoGP. Temos até agora seis vencedores diferentes em sete etapas. Com isto, podemos dizer que o campeonato mundial de MotoGP de 2020, é o mais disputado de todos os tempos e isto tem um motivo… a ausência do piloto espanhol Marc Marquez, que se quebrou na primeira corrida da temporada em Jerez e até agora não retornou.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Viñales e seu trofeu de primeiro colocado na corrida Misano 2. (Foto: Divulgação MotoGP)

Como disse o piloto Francês Fabio Quartararo, após sua primeira vitória, a ausência de Marc Marquez, fez com que todos os outros pilotos sonhassem com a possibilidade de vitória e do título, e é isso está acontecendo.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Fabio Quartararo (#20) e Brad Binder (#33), o francês deixou o sul-afriacano para trás. (Foto: Divulgação MotoGP)

Além dos seis vencedores (Quartararo, Binder, Dovizioso, Oliveira, Morbidelli e Viñales) já subiram pelo menos uma vez ao pódio os pilotos; Joan Mir, Pol Espargaró, Bagnaia, Jack Miller, Jonhann Zarco e Valentino Rossi em 2020. Ou seja, tivemos 12 pilotos diferentes no pódio nesta temporada, esse “rodizio” de pilotos no pódio está fazendo com que o campeonato esteja totalmente embolado e indefinido.

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Joan Mir: mais um pódio para a Suzuki em Misano e aspirante ao título.
(Foto: Divulgação MotoGP)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A previsão de volta de Marc Márquez está prevista para a etapa de Aragon, quando ainda haverão 125 pontos em jogo. Qualquer um apostaria que é impossível que MM93 volte com chances para brigar pelo campeonato… mas alguém pode prever ou apostar no campeão de 2020? Alguém duvida da capacidade de Márquez? Tudo o que aconteceu este ano, era inimaginável em janeiro. Façam suas apostas!

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Márquez deve voltar a correr em Aragón. O que será que vem por aí? (Foto: Divulgação MotoGP)

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOGP APÓS 7 ETAPAS
1             Andrea DOVIZIOSO – Ducati – ITA – 84
2             Fabio QUARTARARO – Yamaha – FRA – 83
3             Maverick VIÑALES – Yamaha – SPA – 83
4             Joan MIR – Suzuki – SPA – 80
5             Franco MORBIDELLI – Yamaha – ITA – 64
6             Jack MILLER – Ducati – AUS – 64
7             Takaaki NAKAGAMI – Honda – JPN – 63
8             Miguel OLIVEIRA – KTM – POR – 59
9             Valentino ROSSI – Yamaha – ITA – 58
10           Pol ESPARGARO – KTM – SPA – 57

MotoGP: temporada 2020 tem vários aspirantes ao título
Viñales é o sexto vencedor diferente da temporada 2020 da MotoGP.
(Foto: Divulgação MotoGP)

Texto: Léo Pereira
Fotos: Divulgação/MotoGP

Léo Pereira é piloto de motovelocidade e instrutor de pilotagem da Triumph Riding Experience TRX. Além disso ele é empresário, representante da AirfenceSafety Systems e editor do anuário da MotoGP, o MotoGPBook Brasil.