Card image
Competições
Moto 1000 GP revisa calendário 2016; entenda

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 15/04/2016
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">O instável cenário econômico que vive o Brasil afetou o Moto 1000 GP, homologado pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) , como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. De acordo com nota oficial divulgada pela organização, as dificuldades encontradas na viabilização da temporada 2016 estão superadas e passa a divulgar seu novo plano de ação ao público.</span></p>

<p><img alt="Troféus do Moto 1000 GP" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_moto_1000_gp_gilmar_rose_gp_lubrax_2015_30_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>A primeira mudança é o adiamento da primeira etapa, que conforme o pré-calendário original, divulgado em novembro de 2015, aconteceria no dia 1º de maio no Autódromo Internacional de Curitiba. A etapa de abertura do campeonato será remanejada, assim como as das outras sete. A direção do evento finaliza acordos para anunciar o calendário definitivo nos próximos dias.</p>

<p>“Mais que manter o Moto 1000 GP e promover o campeonato em meio à crise nacional, a preocupação foi manter o mesmo padrão apresentado desde o início”, diz o promotor do Brasileiro de Motovelocidade, Gilson Scudeler. “Demoramos mais do que gostaríamos. Diante da crise, houve um trabalho gigantesco para que pudéssemos ter a mesma qualidade que sempre entregamos a equipes, pilotos, patrocinadores e ao nosso público”, acrescenta.</p>

<p><img alt="Eric Granado, atual campeão na GP 600" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_moto_1000_gp_gilmar_rose_gp_lubrax_2015_54_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Para nós da<strong> Motociclismo</strong>, era esperado que a organização do Moto 1000 GP alterasse, no mínimo, as duas etapas que coincidiam – respectivamente nos dias 25 de setembro e 23 de outubro – com o calendário do campeonato Superbike Brasil, que divulgou suas datas depois do Moto 1000 GP.</p>

<p>Esperamos que com o novo calendário, o Moto 1000 GP consiga prosperar, com melhor audiência e retorno as empresas que o apóiam, e que os pilotos que estejam nos dois campeonatos não sejam prejudicados, como foi o caso da equipe Tecfil Racing em 2015, quando tiveram que decidir nas etapas que coincidiram, por qual campeonato participar. Isso é ruim para a motovelocidade brasileira.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários