Card image
Competições
Moto 1000 GP: Pilotos prontos para a final

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 25/11/2014
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Retornando a Santa Cruz do Sul (RS), que já sediou a primeira etapa da temporada, desta vez, sem chuva, o que garantiu boas disputas na sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o Moto 1000 GP, com mais de 12 000 pessoas acompanhando de perto as corridas das quatro categorias da competição.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Na GPR 250, categoria-escola do campeonato, o líder Meikon Kawakami conquistou a pole, porém, foi Lucas Torres (#77), motivado após participar de testes na Espanha na Moto3 Pré-GP, categoria que antecede as corridas do Campeonato Espanhol de Moto3, que venceu a prova. Kawakami cruzou a linha de chegada em terceiro, mas herdou a posição de Giovandro Tonini, que foi penalizado por ter realizado uma ultrapassagem com bandeira amarela. Com o resultado, Kawakami segue líder, com 9 pontos de vantagem sobre Torres, os únicos com chance de conquistar o título nesta disputada categoria.</span></p>

<p>Na GP 600, Solorza segue “sobrando” com 100% de aproveitamento. Fez a pole e venceu com tranquilidade a corrida. A disputa nesta categoria está muito equilibrada, pois Pedro Sampaio é líder com 105 pontos, seguido por Joelsu da Silva (o “Mitiko”), com 104 e Maximiliano Gerardo, com 102 pontos.</p>

<p>Na GP Light, a pole ficou com Nicolas Tortone (#17), e na corrida, quem cruzou primeiro a linha da chegada foi Rodrigo Benedictis (#97), que vai para a etapa final  com 114 pontos, novo líder da temporada, com 9 pontos de vantagem para Tortone.</p>

<p><img alt="Na GP 1000, Matthieu Lussiana (#94) vai para a final na liderança" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/nc0y92401_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Na GP 1000, a expectativa era entre o confronto de Lussiana e Gutierrez pela liderança, porém, Gutierrez largou mal e perdeu muitas posições, sem chances de brigar pela vitória. Lussiana, que tinha a pole, largou bem e dominou a prova, até ser superado por Luciano Ribodino (#1), atual bicampeão da categoria. Só que, na última volta, Lussiana deu o troco e conseguiu vencer a prova, reassumindo a liderança, com 120 pontos, 8 de vantagem para Gutierrez, que terminou a prova em quarto, os únicos com chances de conquistar o título.</p>

<p>A etapa final será realizada no dia 14 de dezembro, e foi alterada por motivos de segurança de Goiânia (GO) para Cascavel (PR), pois o Autódromo de Goiânia receberá quatro eventos seguidos nos finais de semana que antecedem a data da grande final, e as condições da pista podem não estar adequadas para a realização de uma prova de motovelocidade, pois não haveria tempo hábil para realizar reparos, caso sejam necessários. “Não podemos assumir esse risco de comprometer a segurança dos pilotos”, declarou Gilson Scudeler, organizador do campeonato.      </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários