Card image
Competições
Márquez é liberado para correr neste fim de semana

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/07/2020
  • Por: Willian Teixeira

Apenas quatro dias após sofrer uma fratura no GP da Espanha, Marc Márquez foi avaliado pelo corpo médico da MotoGP e liberado para disputar a segunda prova da temporada 2020, o GP da Andaluzia, neste final de semana.

Na última terça-feira, o “Formiga Atômica” passou por uma cirurgia para colocar uma placa de titânio no úmero do braço direito. E nesta quinta-feira, dia 23 de julho, ele viajou rumo ao local da prova para conversar com a equipe médica, que deu o aval para que ele possa competir em Jerez.

Após cirurgia, Márquez quer correr neste fim de semana
Menos de uma semana após passar por uma cirurgia, Márquez está liberado para correr neste fim de semana, novamente em Jerez (Divulgação)

Veja também:
Motocross retorna no Brasil com evento-teste no Ceará
Itens de Barros e Paschoalin estão em leilão contra Covid-19
eSC, categoria que chega para estimular a micromobilidade

O espanhol surpreendeu com sua recuperação, já que após a operação, o Dr. Xavier Mir havia informado que a previsão para seu retorno era o GP da República Tcheca, em Brno, de 7 a 9 de agosto.

Até a Honda não contava com a presença de Márquez no GP da Andaluzia, pois o chefe Alberto Puig havia dito que o momento não era de ter pressa, e sim de paciência para que o espanhol se recuperasse da melhor maneira possível. Tanto que somente Alex Márquez tinha sido confirmado pela equipe para a prova. Agora, vamos acompanhar e ver como será o desempenho do piloto na corrida.

Além de Marc Márquez, Alex Rins e Cal Crutchlow – que não correram em Jerez no último domingo por causa de lesões – também foram avaliados pelo corpo médico da MotoGP e estão liberados para as atividades deste final de semana em Jerez.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

O espanhol da Suzuki não disputou a etapa de abertura da temporada 2020 da MotoGP por conta de uma lesão no ombro. Já o britânico da LCR (que busca uma vaga na MotoGP para 2021, já que seu posto será ocupado por Alex Márquez no ano que vem) também foi operado na última terça-feira para corrigir uma pequena fratura no osso escafoide, na região do punho.