Card image
Competições
Mark Purslow morre em acidente nos treinos do TT da Ilha de Man

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 02/06/2022
  • Por: Willian Teixeira

Uma notícia triste para o mundo do motociclismo: o galês Mark Purslow faleceu após sofrer um acidente durante os treinos para a edição de 2022 do TT da Ilha de Man.

O piloto tinha 29 anos e se preparava para disputar a prova, que é uma das mais tradicionais do motociclismo mundial, pela segunda vez. Na edição de 2017 ele havia competido pelas classes Supersport e Lightweight.

A organização do evento, que está de volta após ser adiado em 2020 e 2021 por causa da pandemia, confirmou que apesar do ocorrido, as corridas serão realizadas normalmente neste final de semana. 

Nós, da MOTOCICLISMO Brasil, nos juntamos a toda a comunidade do motociclismo mundial e transmitimos as nossas condolências à família de Mark Purslow.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Veja a seguir o comunicado, na íntegra, dos organizadores do TT:

“O TT da Ilha de Man está profundamente triste em anunciar o falecimento de Mark Purslow após um incidente na sessão de qualificação desta noite para as corridas da Ilha de Man TT de 2022.

Gostaríamos de estender nossas mais profundas condolências à família, entes queridos e amigos de Mark.

2022 foi a segunda aparição de Mark nas corridas Isle of Man TT, tendo anteriormente disputado as corridas Supersport e Lightweight em 2017. Ele se formou no Manx Grand Prix, onde venceu a Corrida Leve de 2015 em sua estreia, e também competiu no Classic TT, garantindo um melhor resultado de 14º no Junior Classic TT de 2019.

Mark cresceu em torno das corridas e foi inspirado pelo amor de seu pai pelo esporte. Ele tipificou o espírito do piloto privado de TT, preparando sua própria máquina com o apoio de amigos e familiares.

As corridas de estrada eram a sua paixão – competir na Irlanda do Norte e na Europa no International Road Racing Championship – mas tornar-se um piloto de TT era a ambição da vida que representava o derradeiro desafio pessoal.

As TT Races vão continuar – mas sempre com Mark em mente.”

Conteúdo Recomendado

Comentários