Card image
Competições
Mamma mia! Dovizioso vence com a Ducati na Malásia

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/10/2016
  • Por: admin

<p>Na madrugada deste domingo (30), foi realizada a penúltima etapa da temporada 2016 do <strong>Mundial de Motovelocidade: o GP da Malásia, em Sepang. </strong></p>

<p>Sem chuva e com a pista ainda úmida em alguns pontos, na categoria<strong> Moto3 </strong>tivemos<strong> </strong>uma corrida caótica,marcada por muitas quedas, felizmente, sem nenhum piloto seriamente ferido. 31 pilotos largaram e 14 não completaram a prova. <strong>Francesco Bagnaia</strong>, piloto Mahindra, se manteve na pista e venceu a prova, que foi interrompida antecipadamente na volta 15 (de 18 no total) por bandeira vermelha. <strong>Esta foi a segunda vitória da Mahindra na temporada</strong>. No pódio, Jakub Kornfeil (Honda) em segundo (+7s108) e Bo Bendsneyder (KTM) completando o pódio (+7s253)</p>

<p><img alt="No caos da Moto3, a moto 21 de Bagnaia foi a mais rápida em Sepang" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/bagnaia_moto3_sepang_2016_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Brad Binder, o atual campeão, caiu, voltou para o box para colocar nova carenagem na sua KTM e finalizou a prova em décimo sétimo lugar.</p>

<p>Com pista molhada na corrida da <strong>Moto2</strong>, a única categoria que ainda não tinha o campeão definido, Johann Zarco era o favorito e fez sua parte vencendo a prova, superando Franco Morbidelli (+3s256) e Jonas Folger (+3s689), para ser coroado <strong>campeão, ou melhor, o primeiro bicampeão da Moto2 na história</strong> (porque todos os campeões já subiam para a MotoGP no ano seguinte, Tito Rabat tentou o bicampeonato em 2015, mas não conseguiu quando Zarco venceu). </p>

<p><img alt="Johann Zarco venceu a prova em Sepang e assegurou (o esperado) bicampeonato na Moto2. Na comemoração, levou o seu ‘clone’ na sua Kalex" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/zarco_moto2_2016_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>Para ter ideia de como os três pilotos estavam um passo a frente dos demais (até Zarco abrir 3 segundos de vantagem e vencer), o quarto colocado foi Lorenzo Baldazarri, que finalizou a prova com 21s428 de atraso para o tempo de Zarco.</p>

<p>Na MotoGP, a pista molhada tornaria a corrida tensa. <strong>Andrea Dovizioso tinha a pole position</strong>, mas quem largou na frente foi Jorge Lorenzo. Como pilotar em pista molhada ainda é seu ponto fraco, o campeão de 2015 logo foi superado por Valentino Rossi, Andrea Iannone, Andrea Dovizioso, Marc Márquez e Cal Crutchlow (vencedor do GP da Austrália). </p>

<p><img alt="Recuperado de lesão, Iannone deu trabalho para Rossi em grande parte da prova. Dovizioso acompanhou a briga de camarote…" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/rossi_iannone_sepang_2016_motogp_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Rossi e Iannone disputaram muito a liderança da prova, enquanto Dovizioso ‘assistia’ a briga, em terceiro na prova. As Ducati tinham a seu favor as grandes retas de Sepang, além do fato de renderem muito bem com pista molhada. </p>

<p>Faltando 11 voltas para o fim da prova, a chuva diminui muito e a condição da pista começou a mudar. Crutchlow caiu na curva 2, abandonando a prova. Na mesma volta, Márquez caiu também, mas conseguiu voltar para a pista.</p>

<p><img alt="Lorenzo segue com dificuldades em pista molhada, largou bem, mas foi engolido pelos rivais" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/lorenzo_sepang_2016_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Nesse momento, Dovizioso ‘ligou o modo ataque’ e passou Iannone, que na sequência também caiu sozinho, abandonando a prova (novamente).Com as quedas de Crutchlow, Márquez e Iannone, Lorenzo subiu de sexto para o terceiro lugar na prova. Colado em Rossi, Dovizioso viu o piloto Yamaha errar na curva 1 do circuito, abrindo muito a trajetória, permitindo a ultrapassagem sem risco para o piloto Ducati. </p>

<p><img alt="Dovizioso foi cerebral em Sepang e conseguiu a tão desejada vitória" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/dovizioso_sepang_2016_motogp_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>A partir desse momento, Dovizioso conseguiu abrir segura vantagem, para após sete anos, voltar a vencer na MotoGP. Sua até então única vitória havia sido conquistada em 2009, quando era piloto oficial Honda. <strong>Dovizioso é o novo piloto diferente a vencer na MotoGP em 2016,</strong> se juntando a Jack Miller, Cal Crutchlow, Andrea Iannone, Maverick Viñales, Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa e Marc Márquez.</p>

<p>Rossi finalizou em segundo lugar (+3s115) e Lorenzo completou em terceiro, com quase 12 segundos de atraso para o vencedor da prova (+11s924). Festa no box da Ducati, pela segunda vitória da equipe em 2016 (a primeira foi com Andrea Iannone, no GP da Áustria).</p>

<p><img alt="Rossi segurou a pressão de Iannone, mas com um erro viu a vitória escapar" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/rossi_sepang_2016_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Com o resultado,<strong> Rossi assegurou o vice campeonato</strong>, pois conseguiu abrir 28 pontos sobre Lorenzo, de 25 ainda em disputa na etapa final. 18 pilotos finalizaram a prova. Márquez, após a queda, foi o 11º. Hiroshi Aoyama, que substituiu o azarado (e lesionado) Dani Pedrosa na equipe Honda, finalizou apenas em 16º…</p>

<p>No parque fechado, Lorenzo atribuiu seu pódio a pura sorte (fato) e ficou satisfeito por ter ganhado confiança durante a prova – que terminou ainda com piso molhado. Rossi falou sobre a grande disputa com Iannone, que se sentia confiante para vencer, mas que ficou feliz por garantir o vice campeonato com seu resultado.</p>

<p><img alt="Depois de 9 anos, Dovizioso volta ao lugar mais alto do pódio na MotoGP" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/dovizioso_motogp_ducati_2016_sepang_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Dovizioso, muito emocionado, falou sobre o longo intervalo dede sua primeira vitória, e do quanto trabalhou para voltar a vencer e agradeceu aos apoiadores e a equipe pelo resultado.</p>

<p>Os campeões de 2016 já foram definidos, mas a etapa final de 2016 será em Valência, no dia 13 de novembro, quando <strong>veremos pela primeira vez a KTM de MotoGP, que vai alinhar no grid em 2017</strong>. Até lá! </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários