Card image
Competições
Lorenzo lidera treinos livres em Sachsenring

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 19:04
  • Por: Carlos Bazela

MotoGP, aposentadoria, Mundial de Motovelocidade, motos, motovelocidade, competições, Suzuki, Suzuki Ecstar, Montmeló, Catalunha, Espanha, Américas, Aprilia, GSX-RR, Andrea Iannone, Jorge Lorenzo, Honda, Ducati, Yamaha, Movistar, Repsol, Pramac, Avintia, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Tito Rabat, Cal Crutchlow, Valentino Rossi, Hafizh Syahrin, Johann Zarco, Danilo Petrucci, Dani Pedrosa, Maverick Viñales, Assen, corrida, Holanda, liderança, Alemanha, Sachsenring, Alma Pramac, Ducati Pramac, Angel Nieto Team, Karel Abraham, Alvaro Bautista, Desmosedici GP, RC213V, RC213VA etapa da Alemanha da MotoGP, disputada na pista de Sachsenring começou agitada. Ontem, na coletiva de imprensa oficial, o espanhol Dani Pedrosa, da Repsol Honda, anunciou sua aposentadoria e hoje foi dia de treinos livres. E quem fez o melhor tempo foi justamente o futuro dono do assento da RC213V em 2019: Jorge Lorenzo. Atualmente ao guidão da Ducati  DesmosediciGP, o também espanhol elogiou o desempenho da moto que irá deixar ao fim da temporada. “Eu estou muito satisfeito com o jeito que tudo ocorreu no dia de hoje, especialmente porque demos um grande passo adiante e a moto melhorou muito entre a primeira e a segunda sessão de treinos livres”, disse. Danilo Petrucci, já confirmado como substituto dele na equipe de fábrica italiana, foi o segundo, enquanto Andrea Iannone da Suzuki Ecstar chegou em terceiro. Andrea Dovizioso, também da Ducati, foi o quarto.

Ao final dos treinos, Lorenzo comemorou, mas não deixa de ver Márc Marquez, seu futuro companheiro de equipe, como favorito para domingo. “Estar em primeiro e demonstrar que você é competitivo é importante, mas nós sabemos que Márquez age como se tivesse algo extra para mostrar e ele é o favorito para domingo. Amanhã, vamos tentar continuar progredindo para largar na frente. Em todo caso, nós estamos muito melhores do que no ano passado e isso é uma boa notícia”, finalizou JL99.

E ele tem motivos para estar preocupado. Marc Márquez é o dono do maior número de vitórias no circuito alemão dentro da MotoGP – cinco no total – e a volta mais rápida de Sachsenring, com o tempo de 1’20.336 estabelecido em 2015, também é dele. Quinto colocado nos treinos de hoje, o piloto da Repsol Honda terá alguns acertos para resolver antes da corrida. “Amanhã vamos tentar fazer outro pequeno ajuste no setup, porque eu ainda não consigo fazer a moto deslizar como eu quero e isso é importante nessa pista. A aderência não está das melhores e o consumo dos pneus bastante alto, por isso temos de tentar trabalhar bem esse aspecto”, disse Márquez. O grid de largada será definido no treino classificatório deste sábado.

Foto: Ducati

Conteúdo Recomendado

Comentários