Card image
Competições
Lo Turco disputa etapa final do Moto 1000 GP

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 24/11/2015
  • Por: admin

<p>Com oito anos de experiência representando o Brasil no grid do competitivo Campeonato Britânico de Superbike, o paulista Rhalf Lo Turco volta ao país para disputar uma etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, que será realizada no próximo domingo (29) em Pinhais (PR).</p>

<p><img alt="Ralph Lo Turco" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_lo_turco_moto_1000_gp_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Lo Turco vai disputar a corrida no Autódromo Internacional de Curitiba pilotando a Kawasaki ZX-10R da equipe Paulinho Superbikes na GP 1000, a categoria principal do campeonato, onde Matthieu Lussiana foi campeão por antecipação.</span></p>

<p>Lo Turco vive em Londres há 15 anos. “Esses anos de experiência na Inglaterra têm sido ótimos. Venci em uma das categorias de base do campeonato, depois fui subindo de categoria e corri com ex-pilotos do Mundial de Motovelocidade”, descreve.</p>

<p><img alt="Lo Turco compete no Britânico de Superbike com as cores do Brasil" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_lo_turco_moto_1000_gp_3_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">“Neste ano, por exemplo, o campeonato da categoria principal começou com 40 motos. O nível de pilotagem é absurdamente alto. Tem sido um ótimo aprendizado, ” complementa o piloto.</span></p>

<p>“Aquela etapa que fiz em Curitiba em 2012 (a última participação do piloto no campeonato) ficou na minha cabeça, sempre disse a mim mesmo que assim que melhorasse minha pilotagem voltaria ao Brasil para correr no Moto 1000 GP de novo”, revela o piloto, que também declarou que irá correr sem pressão, e que vai buscar andar no ritmo dos ponteiros na GP 1000 — que hoje são Matthieu Lussiana e Diego Pierluigi — e buscar o melhor resultado possível. Será que teremos a primeira vitória de um brasileiro na GP 1000 em 2015?</p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Lo Turco não descarta a possibilidade de competir em 2016 a temporada do Brasileiro de Motovelocidade. “Vontade de correr no Brasil é o que não me falta e a oportunidade de trabalhar com o Paulinho Imes nesta etapa me deixou muito feliz. </span><span style="line-height: 1.6em;">Sobre 2016, nada definido. Tenho uma equipe própria e bem estruturada na Inglaterra, mas se houver uma oportunidade de correr com boa estrutura no Brasil eu vou considerar as possibilidades, sim”, finaliza Lo Turco.</span></p>

<p>Para saber mais informações sobre a etapa final do campeonato, <a href="http://www.moto1000gp.com.br"><span style="color:#FF0000;">clique aqui.</span></a></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários