Card image
Competições
Honda apresenta equipes e pilotos para temporada 2020

6 Minutos de leitura

  • Publicado: 16/03/2020
  • Por: Alexandre Nogueira

Pioneira no incentivo ao esporte em duas rodas, em 2020 a Honda comemora 60 anos de participação em competições internacionais e mediante os excelentes resultados obtidos no ano de 2019 com vitórias nas principais categorias mundiais, pretende manter a hegemonia nas competições do Brasil, onde ela é patrocinadora a 40 anos, investindo em novos talentos e novos patrocinadores para a temporada 2020.

Odair Dedicação, executivo da Honda
Odair Dedicação, Gerente de Marketing da Honda, fala durante evento em Manaus (Divulgação)

Em um evento na fábrica da Honda em Manaus, foi apresentado o esquadrão vermelho que vai competir no Motocross, Rally, Enduro e Motovelocidade.

Seguindo a filosofia de que sem competições não há Honda, a marca da asa formou um time de campeões para a temporada 2020 com 31 pilotos, sendo quinze oficiais, nove em equipes satélites e sete apoiados, estimulando principalmente as categorias de base com as atividades do projeto HTT, o Honda Talent Test, que tem a Honda Junior Cup, uma categoria-escola ocm propósito de revelar futuros campeões de motovelocidade onde crianças e adolescentes de 8 a 16 anos competem com a CG 160, e agora a Copa ProHonda CBR 650R com o novíssimo lançamento da fábrica, em uma categoria monomarca que substitui a Copa Honda CBR 500R.

Honda Junior Cup
Honda de olho no futuro da motovelocidade com a Junior Cup (Ricardo Santos/Mundo Press)

Ainda na motovelocidade, a Honda apoiará Lucas Torres, João Vitor Carneiro, Raphael Ramos e Rafael Rigueiro com o empréstimo da moto para a Copa ProHonda CBR 650R que será disputada dentro do Superbike Series com sete etapas no Autódromo de Interlagos. A pilota Indy Muñoz tinha sido uma das selecionadas para receber o apoio da Honda na categoria, mas ela infelizmente sofreu um acidente na estreia do Campeonato Goiano de Motovelocidade no último domingo, 15 de março, e faleceu aos 29 anos. Por enquanto a marca não pretende colocar outro piloto em seu lugar.

Na categoria máxima da motovelocidade, a SuperBike Pro, o tricampeão do SuperBike Brasil, Eric Granado, e o vice-campeão de 2019, Pedro Sampaio, pilotando as motocicletas CBR 1000RR Fireblade SP terão o time capitaneado pelo experiente chefe de equipe Reinaldo Campos.

Eric Granado e Pedro Sampaio, equipe Honda Racing do Superbike Brasil 2020
Pedro Sampaio e Eric Granado continuam como companheiros de equipe Honda na temporada 2020 do SuperBike Brasil (Ricardo Santos/Mundo Press)

O piloto mais radical do Brasil, Rafael Paschoalin, volta ao TT da Ilha de Man em 2020 com uma Honda CBR 1000RR Fireblade SP e será embaixador da Copa Pro Honda CBR 650R. Porém a edição 2020 da prova europeia foi cancelada por causa do coronavírus, ou seja, ele terá mais tempo para se preparar.

A Honda estará presente também no Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Motocross, Arena Cross e no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. No Rally, o time estará sob o comando de Dário Júlio. Tunico Maciel, bicampeão do Rally dos Sertões, Gregorio Caselani, atual campeão brasileiro da Super Production, e Jean Azevedo, que possui 10 títulos nacionais e é o maior vencedor das motos no Sertões, com sete títulos, aceleram a CRF 450RX. Bissinho Zavatti, bicampeão brasileiro de Rally Cross Country e tetracampeão do Rally dos Sertões na categoria Brasil, encara os desafios com a CRF 250F.

Time de rali da Honda para 2020
Alguns dos pilotos de rally da Honda: Dario Julio, Bissinho Zavati, Jean Azevedo e Tunico Maciel (Divulgação)

Além de disputar as etapas do Brasileiro, a equipe estará ao lado das feras internacionais da modalidade no Sertões, que será válido como etapa do Campeonato Mundial de Rally Cross Country. No Enduro de Regularidade, Dário Júlio já abriu a temporada com o título do Rally Cerapió na categoria Brasil, também com a moto nacional CRF 250F.

No Enduro, liderado pelo chefe de equipe e multicampeão Felipe Zanol, o capixaba Bruno Crivilin representará o Brasil nas oito etapas do Campeonato Mundial de Enduro, que tem início em abril. O piloto irá conciliar as atividades com as provas do Brasileiro de Enduro FIM, onde é o atual campeão das categorias E1 e Enduro GP com a Honda CRF 250RX.

Time de enduro da Honda para 2020
Time de enduro da Honda, comandado por Felipe Zanol (à direita) (Divulgação)

Primeira mulher a integrar uma equipe oficial de fábrica no Brasil, a jovem Bárbara Neves, de 19 anos, está pelo segundo ano no time e irá defender os títulos das classes femininas do Brasileiro e do Latino-Americano de Enduro, além de estrear no Campeonato Mundial da modalidade. A goiana compete com a Honda CRF 250F nas provas nacionais e de CRF 250RX nas provas internacionais. Gabriel Soares, de Minas Gerais, competirá com a CRF 450RX na categoria E2 do Campeonato Brasileiro. A novidade da equipe Honda Racing de Enduro é o paulista Vinicius Calafati, que luta pelo bicampeonato brasileiro da classe E3 com a CRF 450RX.

Pilotos Honda 2020
Classe de 2020 da Honda Racing Brasil (Divulgação)

O time de Motocross terá o equatoriano Jetro Salazar, bicampeão brasileiro da MX1 e Elite MX, e o paulista Hector Assunção, atual campeão do Arena Cross, com a CRF 450R. Assunção, inclusive, fez pré-temporada nos Estados Unidos, onde disputou três etapas do AMA Supercross. Na categoria MX2, com a CRF 250R, foram mantidos os pilotos Lucas Dunka, campeão do Arena Cross em 2019 na categoria AX2 e Leonardo Souza, ambos de Santa Catarina. Cale Neto é o chefe de equipe. 

Equipe de motocross da Honda para 2020 (Divulgação)

A Honda também ampliou os investimentos para as equipes satélites e no apoio a pilotos do motociclismo nacional. No Motocross, a equipe satélite Circuit Honda continua o trabalho com cinco pilotos no time. Além de Humberto Martin na MX1 e Reginaldo Ribeiro, o “Juninho”, e Rafael Araújo, o “Bubinha”, na MX2, chegam ao time os pilotos Leonardo Cassarotti, na MX2, e Roosevelt Assunção, na MX3. Outra novidade da temporada é a chegada da equipe satélite Edgers Factory Team, no Enduro FIM, com os pilotos Patrik Capila, na E2, Nicolás Rodriguez, na EJ, além de Tiago Wernersbach e Gabriel Mattos, na E4 Pró. Destaque no motocross freestyle é o piloto Fredy Kyrillos.

Fred Kyrillos e Rafael Paschoalin terão apoio da Honda em 2020 (Divulgação)

As equipes Honda Racing contam com os patrocínios da ProHonda, fornecedora oficial de fluídos e lubrificantes para todas as categorias, Alpinestars na Motovelocidade, Motocross e Enduro, Circuit no Motocross, ASW no Rally e Enduro, DID na Motovelocidade, Motocross, Rally e Enduro, Michelin no Rally, Honda Seguros na Motovelocidade, Motocross, Rally e Enduro e Zeta no Motocross.   

A Honda também patrocina as principais competições sobre duas rodas no Brasil, como o Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Motocross, Arena Cross, SuperBike Brasil e Campeonato Brasileiro de Enduro FIM.

Veja também:
Honda celebra 25 milhões de motos produzidas em Manaus
A importância da história da motocicleta no Brasil
Número de mulheres motociclistas cresce 89% em oito anos
Serviço Expresso Honda: quanto vale o seu tempo?