Card image
Competições
Festa italiana na MotoGP: Bagnaia e Ducati vencem em Mugello

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/05/2022
  • Por: Willian Teixeira

Correndo em casa, o italiano Pecco Bagnaia, da Ducati, conquistou sua segunda vitória na temporada 2022 da MotoGP no tradicional circuito de Mugello. Largando do quinto lugar, o italiano foi o primeiro a cruzar a linha de chegada, além de ter estabelecido a nova melhor volta da pista em corrida com o tempo de 1min46s588. 

Na primeira volta ele chegou a cair para a oitava colocação, mas não perdeu tempo e logo superou Johann Zarco, Brad Binder, Aleix Espargaró e Fabio Di Giannantonio, e, em seguida, conseguiu em seguida, conseguiu colocar a sua Desmosedici GP sobre Luca Marini e sobre a Yamaha de Fabio Quartaro em uma única manobra. 

Festa italiana na MotoGP: Bagnaia e Ducati vencem em Mugello

Após quatro voltas, o piloto da Ducati #63 ultrapassou Marco Bezzecchi e conquistou a liderança do GP da Itália, onde permaneceu até o final. Completam o pódio Quartararo em segundo e Aleix Espargaró, da Aprilia, na terceira colocação.

LEIA MAIS:
MotoGP: Aprilia renova com pilotos e anuncia time satélite
Márquez anuncia nova cirurgia e não tem prazo para voltar à MotoGP
MV Agusta revela atualizações para a invocada Brutale 1000 RR

Com o resultado em Mugello, Bagnaia sobe para a quarta colocação da classificação geral da MotoGP, 41 pontos atrás do líder Fabio Quartararo. Já a Ducati Lenovo Racing está na vice-liderança da classificação de equipes, sete pontos atrás da Aprilia Racing.

Veja abaixo o top-5 do Mundial de Pilotos da MotoGP 2022

Festa italiana na MotoGP: Bagnaia e Ducati vencem em Mugello

A seguir, você confere a fala de Pecco Bagnaia sobre o GP da Itália:

“Para nós, italianos, esta é uma corrida muito importante. Por isso, essa é uma vitória especial. Mugello é uma pista difícil, mas trabalhámos perfeitamente durante todo o final de semana para conseguir este resultado. Ontem no TL3 destruí a moto, mas a minha equipe trabalhou muito para me permitir usá-la hoje na corrida, por isso tenho de agradecer! Após a largada, eu me encontrei engarrafado e alguns pilotos passaram por mim. Eu sabia que se eu estivesse calmo eu poderia reconstruir. Estou feliz e acho que realmente merecemos esse sucesso”.

Festa italiana na MotoGP: Bagnaia e Ducati vencem em Mugello

O espanhol Jorge Martin, da Pramac – time satélite da Ducati, terminou a prova apenas no 13º lugar, mas também deixou seu nome escrito na história de Mugello. Ele estabeleceu o novo recorde de velocidade da MotoGP na pista italiana, chegando a 363,6 km/h com sua Desmosedici GP, superando a marca anterior, de 362,4 km/h, alcançada em 2021 por Johann Zarco e Brad Binder.

Festa italiana na MotoGP: Bagnaia e Ducati vencem em Mugello

A MotoGP volta às pistas no próximo final de semana para o GP da Catalunha, e você acompanha a cobertura completa do Mundial de Motovelocidade em RACING Online.

Conteúdo Recomendado

Comentários