Card image
Competições
Estátua de Nicky Hayden é inaugurada nos EUA

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 13/06/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 18:53
  • Por: Carlos Bazela

Motos, Nicky Hayden, MotoGP, motovelocidade, Ducati, Mundial de Motovelocidade, Mundial de Superbike, piloto, Tommy Lee, estátua, homenagem, Laguna Seca, Owensboro, Kentucky Kid, Kentucky, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo A prefeitura de Owensboro, cidade natal do piloto Nicky Hayden, cumpriu a promessa e inaugurou a estátua em honra ao motociclista apelidado de Kentucky Kid, por conta do Estado norte-americano onde fica a cidade. A escultura, feita em bronze por George Lundeen, foi paga pela prefeitura em conjunto com a família Hayden e reproduz uma foto tirada na pista de Laguna Seca, em 2006, ano no qual Nicky Hayden foi campeão mundial de MotoGP pela Repsol Honda.

“Estamos orgulhosos em revelar essa estátua em honra de Nicky”, disse o prefeito de Owensboro, Tom Watson. “Ele não era apenas um piloto campeão de nível mundial, como era uma pessoa de nível mundial e temos orgulho de que ele tenha chamado Owensboro de lar. Sabemos que seu legado viverá para sempre”, finalizou o político.

“Este evento e esta escultura significam muito para a nossa família”, disse o irmão mais velho de Nicky, Tommy. “Nesse um ano desde a morte dele, ficamos impressionados com o grande apoio de pessoas locais e de todo o mundo. Vários fãs do Nicky me disseram que gostariam de ter um destino em que possam prestar seus respeitos ao seu herói e essa estátua servirá para esse propósito. Além disso, espero que sirva como um lembrete tangível para os cidadãos de Owensboro de que é possível conquistar grandes coisas mantendo-se fiel à sua comunidade, assim como Nicky fez”, completou Tommy Hayden.

A paixão pelas corridas de moto era de família. Além do seu pai, Earl, no off-road, os irmãos de Nicky, Tommy e Roger Lee, também são pilotos de motovelocidade. Nicky Hayden faleceu em decorrência dos ferimentos de um atropelamento enquanto andava de bicicleta na Itália. Depois da MotoGP, ele migrou para o Mundial de Superbike em 2016, onde competia pela Honda até o dia em que morreu, em maio do ano passado, aos 35 anos.

Conteúdo Recomendado

Comentários