Card image
Competições
Vitória de Bagnaia dá título de construtores da MotoGP para Ducati

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/11/2021
  • Por: Willian Teixeira

Com a vitória de Pecco Bagnaia em Portimão no último domingo, a Ducati conquistou o título de construtores da MotoGP pelo segundo ano consecutivo. Os italianos totalizam 332 pontos e não podem mais ser alcançados pela Yamaha, que tem 298. A seguir aparecem Suzuki (227), Honda (211), KTM (196) e Aprilia (114).

A conquista é a terceira da marca de Borgo Panigale, que antes de 2020 havia sagrado-se campeã de construtores da principal categoria da motovelocidade mundial apenas uma vez, em 2007.

Veja também:
Ducati será a nova fornecedora da MotoE em 2023
Equipe brasileira é 3ª no Mundial de SuperBike
Veja as motos mais vendidas em outubro

O resultado também deu a Bagnaia o vice-campeonato de pilotos, com 227 pontos, contra 267 do campeão Fabio Quartararo, da Yamaha. Em terceiro aparece Joan Mir, da Suzuki, com 195 pontos.

Moto3 tem novo campeão

Pedro Acosta faturou o GP do Algarve, em Portimão, e conquistou o título da Moto3 em sua temporada de estreia na categoria. O piloto espanhol levou a melhor em uma intensa disputa com o italiano Dennis Foggia, venceu a corrida, soma 259 pontos no campeonato e não pode mai ser alcançado por seus rivais na classificação.

Tudo aberto na Moto2

Remy Gardner venceu o GP do Algarve da Moto2 e está com uma mão na taça. O piloto da Red Bull KTM Ajo precisa de mais três pontos para ficar com o título da categoria, e seu único rival é Raul Fernández, seu companheiro de equipe, que tem 23 pontos a menos. Ambos estarão na MotoGP em 2022, correndo pela Tech3.

A temporada 2021 do Mundial de Motovelocidade termina no próximo domingo com o GP da Comunidade Valenciana, em Valência.

Conteúdo Recomendado

Comentários